Crónicas

i3S desenvolve ideia inovadora para diagnosticar a depressão

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
depressaoUma equipa do i3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, constituída pelas investigadoras Maria Inês Almeida, Susana Santos e Inês Alencastre, e dois elementos da Unidade de Transferência de Tecnologia do Instituto – Sofia Esteves e Bárbara Macedo – foi selecionada para participar no programa COHiTEC deste ano. A equipa, designada «MyRNA Diagnostics» (Biomarcadores Moleculares em Diagnóstico de Doenças), apresentou uma ideia de negócio baseada num kit destinado a diagnosticar a depressão através de uma análise ao sangue.
«O diagnóstico da depressão é atualmente baseado em entrevistas clínicas que são subjetivas e dependem de um bom relacionamento entre médico e doente. Os prestadores de cuidados de saúde mental sentem necessidade de utilização de métodos sensíveis e específicos para melhorar a percentagem de pacientes com depressão (> 300 milhões em todo o mundo) que recebem tratamento eficaz (<50%)», sublinha Inês Almeida, membro da equipa do i3S que, durante a formação, integrou também um elemento da Porto Business School, Kshitij Khode.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Conselhos para as suas férias

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
malaA fazer a mala? Não deixe isto para trás
Conheça alguns dos artigos frequentemente esquecidos em casa e que nos arrependemos de não ter posto na mala, a começar pelo cartão de cidadão ou passaporte e bilhetes vários.

Dinheiro
Apesar de atualmente ser fácil encontrar uma máquina ATM, há ainda alguns destinos em que isto não acontece. Quanto menos levantamentos fizer, menos comissões verá cobradas.

High-tech
Carregadores para toda a família e para todos os dispositivos eletrónicos que levar na bagagem, desde a máquina fotográfica ao computador e tablets, sem esquecer ainda todos os cabos que possa precisar, como os dos relógios de corrida, por exemplo. E, caso necessário, adaptadores de corrente elétrica. Um cartão de memória extra para a máquina fotográfica é também uma boa ideia.
e-max.it: your social media marketing partner

Detox digital: tire férias da tecnologia também!

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
detox_tecnologicoSeja criança ou adulto, deixar de lado o tablet e o telemóvel só traz benefícios. Patrícia Gonçalves, médica pediatra, é a primeira a reconhecer as vantagens do mundo digital em que vivemos, mas isso não a impede de apontar o dedo ao uso excessivo. “As novas tecnologias vieram para ficar. Não podemos negar que elas existem ou o seu uso. Elas têm de ser integradas na vida quotidiana.” E esta recomendação é válida para todos: pequenos e graúdos. Explicamos-lhe como fazer, sem (muito) esforço.

Faça o teste
Antes de mais convém identificar o problema: estará a dedicar muito tempo ao ecrã? Pegue na sua agenda e anote todos os momentos em que usa o telefone, seja para falar, consultar e-mail ou ler notícias. Demasiado tempo? Talvez. Verifique se ativou a resposta automática nos e-mails profissionais e mentalize-se de que nos próximos dias só pode estar totalmente disponível para uma coisa: as férias. Tudo o resto deve obedecer a uma regra: moderação.
e-max.it: your social media marketing partner

Açúcar: para usar e não abusar

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
acucarUm prazer que deve ser apreciado com moderação

O açúcar faz parte integrante do nosso quotidiano. Nas sobremesas, na fruta, ou escondido nos produtos industriais como as bolachas, compotas, rebuçados, molhos ou pratos pré-preparados, o açúcar está presente na maior parte dos alimentos que consumimos.
O açúcar contribui para o bom funcionamento do nosso organismo, graças à glucose que contém. A glucose é o carburante fundamental para os músculos e para o cérebro, que é responsável pela utilização de 60% da glucose disponível. Contudo, o consumo excessivo de glucose pode ter consequências graves para a saúde.
Hoje, em Portugal, o consumo diário de açúcar por pessoa é de 94g/dia, quando a OMS recomenda não consumirmos mais de 25g. Este consumo excessivo provoca doenças tais como a diabete ou a obesidade. O excesso de açúcar é armazenado no corpo, transformando-se em gordura, os triglicéridos, que favorecem o aparecimento de colesterol.
e-max.it: your social media marketing partner

Os 20 motivos que tornam Portugal no maior segredo da cozinha europeia, segundo a CNN

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
comidaPara comer bem nada melhor que em Portugal...

Ouvir a CNN dizer que Portugal é um dos mais bem guardados segredos culinários da Europa é quase tão emocionante como ver o Ronaldo levantar a taça, à frente de milhões de franceses. E não estamos propriamente a falar de uma francesinha perdida num texto sobre a Europa gourmet. Estamos a falar de todo um artigo onde são enumeradas as 20 razões objetivas que tornam Portugal numa das melhores cozinhas europeias, a par da francesa, da italiana ou da espanhola.
Segundo a CNN, os restaurantes portugueses no estrangeiro não deviam servir apenas para “melancholy emigrants seeking in vain to matar saudades (kill their longing) for mom's home-cooked food”. Há razões para valorizar a cozinha portuguesa. E começam logo com a mais indiscutível de todas: o melhor peixe do Mundo.
e-max.it: your social media marketing partner

Pág. 1 de 26

Faixa publicitária
Faixa publicitária