Museu FC Porto junta dois grandes historiadores invictos em conferência sobre “30 Anos de Viena”

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
museu_fcportoGermano Silva e Joel Cleto, duas gerações complementares de historiadores da cidade do Porto, vão analisar e debater, já este sábado, dia 16 de setembro, no Museu Futebol Clube do Porto, essa marca indelével, histórica, social e cultural, que ainda hoje permanece no clube e na Invicta, que foi a conquista da Taça dos Campeões Europeus, em 1987, em Viena.

Segundo nota enviada à imprensa, a moderação da conversa/tertúlia, no Auditório do Museu, fica a cargo de Rui Cerqueira. A entrada é livre, mas sujeita à lotação do espaço.
“Será a primeira vez – mas não forçosamente a última… - que o Museu FC Porto junta dois ilustres guardiões da história portuense, Joel Cleto e Germano Silva, também profundamente identificados com o passado e a interpretação das memórias e da mística portistas, numa conferência que vai debater o impacto indiscutível no quotidiano clubístico e citadino, mas também na Região Norte e no país, da conquista da Taça dos Campeões Europeus em 1987”, pode ler-se na nota.
A viagem no tempo a  este feito, que foi muito além da final “mágica”, tornada ímpar pelo golo de calcanhar de Madjer (mas sem esquecer o golo de Juary), pode ser igualmente feita por todos os interessados, no dia 17, através da Rota do Dragão/Visita ao Museu que percorre mais de 120 anos de história portista, a de Viena incluída.
Antes ou depois da conferência pode-se ainda visitar a exposição “V – 30 Anos de Viena”, com factos, imagens e objetos do clube e da coleção privada do presidente Jorge Nuno Pinto da Costa, que está patente na Sala Multiusos, até 28 de setembro, com entrada livre.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária