Politécnico do Porto cria escola de negócios

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
porto_executive_academyO Instituto Politécnico do Porto vai lançar uma escola de negócios dirigida a executivos de pequenas e médias empresas (PME) .

“A Porto Executive Academy [PEA] será diferente das outras [escolas de negócios] porque está claramente pensada para servir as PME, das quais muito se fala, mas cujos executivos e dirigentes não têm, na sua maioria, acesso a formação executiva nem propensão para fazê-la”, declarou à agência Lusa o diretor, Armando Silva.
O responsável considera que a formação para executivos atualmente disponível está, “quer do ponto de vista dos temas dos cursos, quer, sobretudo, do ponto de vista do preço dos cursos, pensada para servir um público que até agora não tem podido fazer formação executiva, que é demasiado cara para a maioria das empresas”.
Assim, a PEA pretende, “quer pela formação que vai oferecer (diferenciadora porque pensada com base nos problemas e nas dificuldades das PME) quer pelo preçário mais adequado às capacidades das PME”, democratizar o acesso às escolas de negócios, tornando a formação “mais acessível” aos executivos das PME que dominam o tecido empresarial em Portugal.
“Tentaremos ser um parceiro mais presente das PME. É esse o foco especial que nos levou a avançar neste projeto”, resumiu Armando Silva.
A formação a disponibilizar pela nova escola de negócios irá abordar a problemática da gestão das empresas familiares, bem como terá uma vertente “mais técnica e centrada na gestão, mas com ‘nuances’ como o ‘marketing’, as finanças, a fiscalidade e a estratégia”, apostando ainda em “áreas mais comportamentais que são muito procuradas pelos gestores”, que sentem “dificuldades de comunicação, de gestão de equipas e de conflitos”, explicou Armando Silva.
O corpo docente da Porto Executive Academy deverá ser externo ao Politécnico, através de parcerias com associações empresariais (“em particular aquelas onde as PME estão mais representadas”), empresas de consultoria e especialistas, nomeadamente do setor bancário.
Segundo o diretor, a nova escola deverá contar com uma programação cultural, “de forma a proporcionar um ponto de encontro entre decisores e investidores” e a “aproximar o mundo empresarial do mundo da cultura, onde as PME têm, geralmente, algumas dificuldades de ligação”.
A Porto Executive Academy será apresentada publicamente na próxima segunda-feira, pelas 18h, no Palácio da Bolsa do Porto.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária