Albergues do Porto lotados e com mais pedidos de ajuda alimentar

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
sopaA Associação dos Albergues Noturnos do Porto (AANP) está a distribuir, desde maio deste ano, mais "duas mil" refeições por mês em relação ao início de 2012, o equivalente a mais "65 refeições diárias".

A distribuição de refeições mensais realizada pelos dois albergues noturnos do Porto que ajudam os sem-abrigo a ter cama, higiene e alimentação aumentou 15% em relação ao início deste ano. Citado pela agência Lusa, Miguel Neves, diretor técnico do Albergue D. Margarida Sousa Dias, explicou que a Associação dos Albergues Noturnos do Porto (AANP) está a distribuir, desde maio de 2012, mais "duas mil" refeições por mês em relação ao início do ano, o equivalente a mais "65 refeições diárias". De acordo com o psicólogo de formação, nos últimos três anos, registou-se um aumento do número de pedidos de apoio “quer a nível de alojamento quer a nível de alimentação", o que levou à criação de um plano de emergência alimentar, inserido na iniciativa do Instituto de Segurança Social. Os pedidos de ajuda, esses, chegam através de instituições mas também a título particular.
Estima-se que na cidade do Porto existam entre 500 e 1000 sem-abrigo, número que, segundo o diretor técnico da AANP, se tem agravado com a atual crise. Os dois albergues noturnos portuenses – um situado em Campanhã e o outro na Rua Mártires da Liberdade - têm capacidade para dar alojamento a 82 sem-abrigo e estão "sempre lotados", segundo notou Miguel Neves.
Faixa publicitária
Faixa publicitária