Corona em destaque nas primeiras confirmações do Indie Music Fest

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
indie_music_festO Indie Music Fest 2017, que se realiza de 31 de agosto a 2 de setembro no Bosque do Choupal, em Baltar, no concelho de Paredes, anunciou esta sexta-feira as cinco primeiras confirmações, com Conjunto Corona em destaque.

Em comunicado citado pela Lusa, a organização do Indie Music Fest lançou também os nomes de Them Flying Monkeys, Twin Transistors, Heavy Cross of Flowers e Paraguaii, bandas nacionais que vão atuar ao longo dos três dias de festival.
Para assinalar a quinta edição do festival, a promotora do evento revela que a “tradição mantêm-se” e será no Bosque do Choupal, em Baltar, no distrito do Porto, que os “amantes da nova musica nacional” vão ser recebidos.
O Conjunto Corona, grupo de hip-hop portuense, constituída por dois elementos - dB e Logos - “uniram ideias em comum” e criaram um projeto com uma ”maturação ‘non-sense’”.

As bandas
A banda lisboeta Them Flying Monkeys, que já atuou em festivais europeus como o BBK em Bilbau e o Alive em Lisboa, apresenta “Golden Cap”.
Os Twin Transistors são uma banda leiriense criada em 2009 que se trata de “um caso sério” de “rock, groove e alma” e “caminham” para um psicadelismo em formato canção.
Já os Heavy Cross of Flowers, banda fundada em meados de 2014, é um trio composto pelos irmãos Bea e Telmo Cruz na bateria, guitarra e voz, e Paulo Ferreira no baixo.
O projeto Paraguaii foi criado em 2014, formado por Giliano Boucinha na guitarra e voz, Igor Gonçalves na bateria, Zé Pedro Correia nos sintetizadores e baixo e, sempre que possível, conta com a participação de um quarto elemento, Rui Sousa nos sintetizadores e saxofone.
O preço do passe geral é de 25 euros e é válido para os três dias de festival.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária