Encontro de cuidadores em Guimarães

idosos2Um grupo de cuidadores informais vimaranenses decidiu replicar a manifestação marcada para 19 de maio, sábado, em Lisboa, pelo que Guimarães também será palco de uma iniciativa sobre esta temática: está agendada para o Largo de Donães, no centro histórico, no mesmo dia, às 14h30. O objetivo é reivindicar a aprovação do Estatuto de Cuidador Informal.

“Aos participantes que se queiram associar a esta causa social pede-se que tragam balões azuis, roxos e cor de rosa para simbolizar todos os cuidadores que têm a cargo dependentes, quer sejam crianças, pessoas com deficiência, com demências, doentes crónicos ou temporários ou idosos”, revela nota enviada às redações.

A próxima iniciativa, marcada para 19 de maio, com partida da Praça da Figueira até ao Terreiro do Paço, é acompanhada em Guimarães com um encontro informal que “visa também alertar toda a sociedade para a necessidade de criar medidas de apoio aos cuidadores informais, mostrando que esta reivindicação se manterá até que o estatuto seja aprovado”.

“Não vamos desistir enquanto não reconhecerem que é preciso respeitar e criar condições para todos os cuidadores informais que assumem esta tarefa, com amor, mas não deixa de ser um trabalho de 24 horas por dia, sem qualquer tipo de reconhecimento”, aponta Paula Gonçalves.

Refira-se que além da criação do Estatuto de Cuidador Informal reconhecendo social e juridicamente a condição de cuidar, assegurando os direitos e as necessidades específicas dos cuidadores, também é reivindicada a redução de horário laboral em 50% para os cuidadores informais, sem perda de vencimento, que seja contabilizado para efeitos de reforma o tempo despendido como cuidador, bem como medidas de apoio formativo, psicoeducativo e psicológico, e que se estabeleça o dia 18 de junho como o Dia Nacional do Cuidador.

e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária