El Bocho

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
el_bocho_1De Berlim para o Mundo

A cor, o caráter sempre direto e criativo na mensagem, tão apelativa às emoções. ‘El Bocho’ é uma verdadeira lenda na Street Art em Berlim, e que no Porto tem excelentes demonstrações da sua arte urbana. De identidade “mascarada”, aliado a um nome curioso, o artista deixa uma marca indelével no seu grande palco: a rua.
Numa entrevista ao site Artparasites.com, El Bocho admite que não se mostrar verdadeiramente é um truque de marketing, tornando tudo “mais interessante”. “Eu quero trabalhar de forma mesmo livre e não ter pessoas que me travem em supermercados por me reconhecerem”, explica.
“De início tu não sabes o quão famoso te podes tornar. Nas exibições em galerias estou sempre desmascarado. Já se passaram anos e de forma surpreendente não existem fotos minhas online. As pessoas são mesmo respeitadoras”.
No entanto, o artista não deixa de fazer um importante apelo. “Se fazes arte, é importante que subsistas dessa atividade”.

el_bocho_2Quem são as protagonistas dos retratos disseminados nas ruas?
Algumas das raparigas são amores passados. “Mas a respetiva imagem tem de transmitir a ideia no sentido correto”, avisa o artista alemão.
O tema principal são as emoções despoletadas por sentimentos amorosos que se foram perdendo ao longo da vida.
“Quando és jovem, és tão livre, repleto de frenéticos sentimentos e amor”. Toda essas ações, impulsos, sentimentos e energia da juventude são transmitidos na tela urbana. A mulher transmite a beleza dessa fase. Uma viagem no tempo, portanto.

A perspetiva do fotojornalista Charles Bahia
“Já tinha ouvido muitos elogios a respeito de ‘El Bocho’, mas nunca tive oportunidade de admirar os seus trabalhos. Foi justamente na cidade do Porto que conheci algumas obras do artista alemão que estão expostas na Sé e nas imediações da Praça da Batalha”, começa por explicar à VIVA! o fotojornalista Charles Bahia.
“O que eu destaco no trabalho de ‘El Bocho’ é a qualidade a originalidade, o colorido das suas obras e, sobretudo, a beleza das suas modelos Não considero que exista rebeldia no que ele faz”, acrescenta.
“Sinto que ele é um artista que faz do espaço público uma segunda galeria de arte, dando assim uma oportunidade para todos aqueles que não têm tempo para ir à sua galeria, contemplarem ao ar livre os lindíssimos retratos das suas modelos”.
A paleta cromática utilizada pelo artista urbano ‘El Bocho’ é extremamente viva e cativante. “É, justamente esta paleta cromática que faz de ‘El Bocho’ um dos artistas mais criativos e originais do século XXI. Aí está a diferença”, resume o fotojornalista.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária