Engenharia Rádio

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
engenharia_rdio_2A única rádio universitária do Porto faz 10 anos

A Engenharia Rádio é a única rádio universitária do Porto e festeja uma década de existência este sábado, 11 de março. As comemorações dividem-se entre uma cerimónia formal, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e uma noite preenchida por concertos no bar Rádio, no coração da cidade do Porto, com entrada livre. Ponto de partida para uma conversa com Filipe Teixeira, coordenador do projeto.

Como e quando nasceu o projeto?
A Engenharia Rádio nasceu no final dos anos 90, ainda nas antigas instalações da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), na Rua dos Bragas. Na altura tratava-se de uma rádio interna, que emitia para uma sala de convívio da antiga Faculdade. Com a mudança de instalações para o pólo da Asprela, as emissões ficaram suspensas indefinidamente a partir de 2000.
Foi então que em 2007, após um longo período de inatividade, todo o projeto foi reformulado por dois estudantes da FEUP – Filipe Borges Teixeira e Miguel Heleno – que faziam parte da Direção da Associação de Estudantes da FEUP e que tornaram a Engenharia Rádio uma das primeiras rádios com transmissão exclusivamente online, indo de encontro às novas tecnologias da informação e comunicação. Mais tarde, em 2008, a Engenharia Rádio ganha o estatuto de Núcleo AEFEUP, passando a ter uma direção independente, formada por estudantes.

engenharia_radio_3Foi difícil a sua implementação?
Iniciar um projeto desta natureza há dez anos atrás foi um grande desafio. Por um lado, a falta de experiência e formação faziam com que tudo na rádio fosse novo. Por outro lado, as rádios online ainda estavam a dar os primeiros passos: a legislação sobre o tema era escassa ou inexistente e não havia exemplos de outras rádios pelas quais nos pudéssemos basear. A inexistência de ferramentas como as redes sociais, por exemplo, fez também com que a comunicação do projeto fosse mais difícil.
Foi por isso necessário criar praticamente tudo de raiz, à exceção do estúdio, que já existia. Foi feita uma campanha em fevereiro de 2007 de forma a angariar novos membros, tendo ficado a Rádio, no seu primeiro dia, com uma equipa de cerca de 50 colaboradores. Ultrapassados todos os desafios técnicos e legais, as emissões iniciaram-se a 12 de março no site da AEFEUP e no Bar dos Alunos, com cerca de 10 programas de autor.

Qual é a vossa missão?
A Engenharia Rádio tem como missão fomentar a criatividade e a liberdade de expressão, não só no conteúdo como na forma. É uma rádio feita de estudantes para estudantes, de carácter universitária, independente e experimental, onde são criados programas de autor, conjugados com a divulgação e organização de atividades recreativas e culturais.
O desenvolvimento das capacidades pessoais e interpessoais é também um dos nossos pilares, onde é dado um grande foco à formação, à comunicação, à organização e ao espírito crítico e de equipa.

engenharia_rdio4Como caracterizam a engenharia rádio em termos de colaboradores atualmente?
Neste momento a equipa conta com 45 colaboradores, de várias Escolas e Faculdades, desde a Engenharia, Letras, Medicina, Nutrição ou Educação, responsáveis não só por 18 programas próprios e em parceria, bem como pelos conteúdos da emissão online.
É uma equipa bastante heterogénea, motivada e empreendedora, capaz de percorrer os diversos estilos musicais e as diferentes formas de fazer rádio. Existe também um grande envolvimento de antigos colaboradores, que contribuem ativamente nas atividades e programas da rádio, partilhando conhecimento e experiência.

Que balanço estabelecem ao fim de dez anos?
O balanço é extremamente positivo. A Engenharia Rádio é hoje um projeto muito mais maduro, com uma estrutura mais bem definida e um plano de atividades bastante ambicioso, sem, no entanto, esquecer o carácter experimental que a caracteriza. É a única rádio universitária na cidade do Porto, transmitindo diariamente a partir da FEUP, sem pausas, programas das mais diversas categorias para uma audiência de mais de 100 mil estudantes da academia do Porto.
Ao longo dos dez anos passaram pelos estúdios da rádio mais de 200 colaboradores, com um portefólio que ascende já a mais de 80 programas de autor e 2 milhares de episódios em podcasts, complementados com 500 passatempos, entrevistas, reportagens e emissões especiais. É um número muito interessante, que rivaliza com rádios universitárias profissionalizadas, com emissão em FM.

engenahria_radioAs comemorações
A comemoração tem início pelas 11h30, na FEUP, com uma apresentação formal do percurso da Engenharia Rádio, uma "discussão e partilha de momentos alusivos à evolução deste projeto".
A sessão será aberta por João Falcão e Cunha, diretor da FEUP, e contará também com a presença de Carlos Magno, presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, entre outros convidados.
A cerimónia formal termina com um almoço na faculdade para proporcionar um momento "mais descontraído" entre os presentes
As celebrações continuam com os concertos no bar Rádio, no coração da cidade do Porto, com entrada livre. O início está previsto para as 23h, com a banda Travo, que conta com elementos da FEUP. Segue-se Solar Corona, trio de Barcelos reconhecido pelo seu rock psicadélico, que já tocou em festivais como SonicBlast ou Rodellus. Depois a banda portuense cabeça de cartaz, Astrodome, apresenta o seu álbum homónimo após uma intensa digressão pela Europa. O final da noite está a cargo de Cascas, DJ autor do programa Soundwave da Engenharia Rádio.
"Estão todos convidados, apareçam!", convida Filipe Teixeira.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária