Festa da Arquitetura

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
arqu_7A grande festa da arquitetura celebra-se este fim de semana

É já este fim de semana, dias 17, 18 e 19 de novembro, que as novas instalações da Casa da Arquitetura – Centro Português de Arquitetura se abrem em Matosinhos para o mundo. A programação é intensa e variada: desde exposições, visitas, debates, performances, filmes, lançamentos de livros e muita animação para crianças e famílias.

Na Nave Expositiva estará “Poder Arquitectura”, exposição comissariada pelos arquitetos Jorge Carvalho, Pedro Bandeira e Ricardo Carvalho que vai  ocupar os cerca de 800  metros quadrados da Nave, envolvendo 40 projetos de cerca de 30 autores distintos de todo o mundo.
Já na Galeria da Casa estará patente a X BIAU - Exposição da Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo que distinguiu o arquiteto Souto de Moura com o Premio Ibero-Americano de Arquitetura e Urbanismo na sua décima edição. São 26 obras selecionadas, entre as quais quatro portuguesas. A BIAU é comissariada por Ángela Garcia de Paredes e Roberto Cremascoli.
exp_casa_arquTodos os espaços que compõem a Casa da Arquitetura estarão abertos a visitas. Será, assim, possível conhecer o arquivo da Casa, onde se guarda o acervo reunido e em expansão de arquitetos como Álvaro Siza, Souto de Moura, João Luís Carrilho de Graça, João Álvaro Rocha, Paulo Mendes da Rocha e Fernando Távora, entre outros. São para cima de 500 maquetes, painéis desenhos, serigrafias, DVD´s, livros e outros materiais guardados nos cerca de 800 metros quadrados que ocupa o Arquivo da Casa.
Esta verdadeira celebração da arquitetura é aberta a todos, sem exceção. Para os mais novos e famílias, um eclético programa educativo irá oferecer atividades contínuas durante os dias 18 e 19 de novembro. Várias performances irão animar o quarteirão da Real Vinícola durante o fim de semana. Não faltará o cinema nem a animação, a música, a dança. Na sexta-feira, dia 17 de novembro, a Casa da Arquitetura abre as portas ao público às 21h30 para um programa de celebrações que se prolonga pela noite. Por isso, não falte!
De referir que a Casa da Arquitetura – Centro Português da Arquitetura poderá ser visitada gratuitamente até ao dia 30 de dezembro.
O objetivo desta medida é chamar as pessoas à Casa da Arquitetura, de modo a familiarizá-las com o espaço, para que, no futuro, vão visitar as exposições em exibição ou participar nas conferências.

arq_6A democratização da arquitetura
O arquivo da Casa da Arquitetura guarda mais de 500 maquetes, painéis, desenhos, serigrafias, DVD, livros e outros materiais”. Trata-se de um projeto de âmbito nacional dedicado À divulgação, ao arquivo e à valorização da arquitetura, onde também estará sediada a Orquestra Jazz de Matosinhos.
Com um orçamento global de sete milhões de euros, a obra de restauro e adaptação da Real Vinícola custou 3,2 milhões (com 2,75 milhões de fundos comunitários), o equipamento e tratamento dos arquivos 2,5 milhões, a somar a outras despesas, incluindo a compra da propriedade pela autarquia, já nos anos 90.

A visão de um ‘não arquiteto’: o autarca Guilherme Pinto
“A Casa da Arquitetura já existe há dez anos”, explica Nuno Sampaio, diretor executivo da instituição.
“Tudo isto é possível pela visão de uma pessoa que era um ‘não arquiteto’: o Dr. Guilherme Pinto [presidente da Câmara de Matosinhos , falecido em janeiro]”, reitera.
De destacar ainda o trabalho em rede com outras instituições nacionais e internacionais. É uma entidade que guarda acervos e espólios, dando conhecimento público através, por exemplo, de plataformas digitais para que esses acervos possam ser vistos por qualquer parte do mundo”.

arq_4Casa da Arquitetura recebe a exposição “Os Universalistas” em 2018
Em 2018, a Casa da Arquitetura – Centro Português da Arquitetura vai receber a exposição “Os Universalistas – 50 anos de Arquitetura Portuguesa”.
Pela primeira vez apresentada em Portugal, esta mostra, que irá estar em exibição de 6 de abril a 19 de agosto de 2018, esteve patente no ano passado na Cité de l´Architecture, em Paris.
Trata-se de uma coorganização da Fundação Calouste Gulbenkian e da Cité de l’Architecture et du Patrimoine, com comissariado de Nuno Grande.
A programação de 2018 prevê ainda a “Exposição Arquitetura Brasileira Moderna e Contemporânea”, de 21 de setembro até 1 de janeiro de 2019, com acervos de projetos realizados entre 1927 e 2017, cujo ponto fulcral é o projeto e construção da Brasília.
A exposição, que tem como curadores Fernando Serapião e Guilherme Wisnik, proporá diálogos transversais entre os projetos e obras apresentados, colocando em relação programas funcionais diversos, tais como residências unifamiliares, edifícios de escritórios, culturais e religiosos, pavilhões industriais, sedes de poder político, além de projetos na escala do mobiliário, da arquitetura cénica e do urbanismo.
arq1Refira-se que, paralelamente à exposição, haverá música, conferências, eventos literários e exibição de filmes e documentários para aproximar o público das artes brasileiras.
Ainda durante o mês de setembro do próximo ano, de 3 a 8, a Casa da Arquitetura abraça o congresso internacional “AAICO – Architecture and Art International Congress At OPorto” com o objetivo de desenvolver as relações entre arquitetos, ‘designers’, artistas, estudantes e público.
Para além de apresentar o trabalho de cinco artistas e 20 ateliês de arquitetura nacionais e internacionais, o evento vai apresentar ainda uma oficina e um concurso de arquitetura e arte para estudantes.
Na galeria da casa, o espaço irá receber uma exposição sobre os vários projetos de arquitetura para o Palácio de São Bento, em Lisboa, uma mostra de Leonardo Finotti e a décima edição do projeto de design ecológico Remade.
A programação envolve ainda visitas guiadas, programas educativos e oficinas.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária