Festival Vilar de Mouros

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
vilar_mourosO EDP Vilar de Mouros está aí à porta e com um cartaz bem apelativo. Desde The Jesus and Mary Chain, passando por The Dandy Warhols ou Primal Scream. Há ainda um jogo de cartas dedicado ao festival, gastronomia e animação. A VIVA! dá-lhe conta das novidades.

A banda britânica The Veils, que conta com êxitos como ‘The Leavers Dance’, ‘Through the Deep’, ‘Dark Wood’, e ‘Vicious Traditions’, abre o festival Vilar de Mouros pelas 20h de dia 24 de agosto, subindo ao palco para a verdadeira celebração, ou ritual esperado.  
O encerramento do festival cai sobre os 2ManyDjs que, pelas 02h00, vão transformar o recinto numa grande pista de dança.
O cartaz do festival EDP Vilar de Mouros reflete, nas palavras da organização, a aposta em reafirmar o evento através da transversalidade de estilos musicais e de gerações,
De destacar nomes como Primal Scream, The Jesus and Mary Chain, The Dandy Warhols, Peter Bjorn and John, Capitão Fausto ou Salvador Sobral.  
Cartaz_Festival_EDP_Vilar_de_Mouros_2017Confira os horários das atuações:
24 de agosto
20h00 - The Veils
21h00 - The Young Gods
22h20 - The Mission
23h50 - The Jesus and Mary Chain
01h20 - Primal Scream

25 de agosto
19h30 - The Golden Slumbers
20h30 - Peter Bjorn and John
21h40 - Salvador Sobral
23h00 - George Ezra
00h20 - Capitão Fausto
01h40 - Dandy Warhols

26 de agosto
19h30 - Zanzibar Aliens
20h30 - Avec
21h40 - The Boomtown Rats
23h10 - The Psychedelic Furs
00h40 - Morcheeba

Alguns dos destaques sonoros da VIVA!
Primal Scream
Formados em 1982, os Primal Scream são, indelevelmente, uma das bandas mais singulares do rock oriundo de terras de Sua Majestade. Com uma sonoridade muito própria, que bebe influências tão diversas como Byrds e Velvet Underground, os Primal Scream têm no álbum “Screamadelica” (1991) a sua grande obra. O registo valeu à banda o Mercury Music Prize de 1992, batendo uma concorrência de peso que incluía “Stars”, dos Simply Red, e “Achtung Baby, dos U2.
Sempre capazes de surpreender, os músicos são também contagiantes em palco, com uma fusão de sonoridades que vão do dance ao dub, techno, acid house e rock.

The Boomtown Rats
Comandados pelo irreverente Bob Geldof, o “pai” do live Aid, os Boomtown Rats desembarcam em Vilar de Mouros para celebrar os seus 40 anos de carreira.
Uma vida dedicada à música, que começou na Irlanda em 1975, gerada pelo punk cru que então brotava. A existência do grupo foi efémera: durou apenas até 1986.
Uma atuação histórica, certamente. A não perder.

jesus_mary_chainThe Jesus and Mary Chain  
Nasceram em 1984, finaram-se em 1999, renasceram em 2007 e agora chegam a Vilar de Mouros cheios de energia e com um álbum novo (“Damage and Joy”) para mostrar aos fãs. É curioso, pois os The Jesus and Mary Chain são uma das bandas mais amadas e odiadas de sempre na cena rock britânica.
A sua música é coberta por um manto de distorções e ao vivo é, já se esperava, de um fascínio desconcertante. A banda é famosa pelas suas atuações alienadas, por vezes de costas para o público e envoltos em nuvens de fumos que ocultavam a banda. Nada que impedisse a música de fluir e contagiar plateias… até hoje. Obra!

The Psychedelic Furs
Os Psychdelic Furs são outra das pérolas que vão passar por Vilar de Mouros. O grupo, formado em 1977, é responsável por colossais temas como “Love my way”, “Heaven”, “The Ghost in you”. No entanto, foi sobretudo com “Pretty in Pink” que o grupo se afirmou definitivamente, muito por força do filme homónimo de John Highes, de 1986, que usou a canção.
A banda separou-se em 1992 e voltou a unir-se em 2001, e desde aí não pararam mais. E ainda bem.

The Mission
Nascidos em 1985, fruto das divergências nos Sisters of Mercy, os The Mission são uma referência do rock gótico e chegam a Vilar de Mouros a celebrarem os 30 anos de “God´s Own Medicine”, um marco do género.
A banda traz ainda a Vilar de Mouros o recente “Another fall from grace” (2016) para apresentar.
Não faltarão com certeza êxitos como “Like a child again” ou ”Wasteland”.

neil_young_and_the_crazy_horse_novoO jogo de cartas idealizado por Fernando Zamith
O EDP Vilar de Mouros 2017 é o primeiro festival de música nacional com um jogo de cartas intitulado Vilar de Mouros. Idealizado e desenvolvido por Fernando Zamith, autor do livro “Vilar de Mouros: 35 anos de festivais”. O jogo é composto por 88 cartas que recordam os cartazes, artistas, palcos e locais míticos de Vilar de Mouros.

A oferta gastronómica
Vai ser proporcionado ao público uma “oferta gastronómica singular”, com a oferta de pratos regionais típicos e outros. Entre as iguarias tradicionais que vão estar disponíveis encontram-se as pataniscas com arroz de feijão, sardinhas na broa, caldo verde, papas de sarrabulho, caracóis, rojões à minhota e, para os festivaleiros mais gulosos, doçaria conventual e regional.
Para os menos tradicionais há a oportunidade de degustar mais de vinte conceitos de street food. Desde carne e peixes grelhados, pizzas e massas italianas, leitão ou comida mexicana.

Leitura de contos para os mais novos
Com a ajuda da Biblioteca de Caminha foi desenvolvida uma zona lounge para leitura e descanso, onde os festivaleiros poderão recuperar as suas energias para os inesquecíveis concertos.
O festival inclui ainda horas de leituras de histórias de encantar para os mais novos. Para momentos lúdicos e pedagógicos!

Outras informações
De mencionar ainda que o camping vai estar aberto desde dia 20 de agosto e contará com uma zona de pequenos-almoços para “maior comodidade dos campistas”. Sumos naturais, cafés, pão fresco e bolos todas as manhãs.
A edição de 2017 do Festival Vilar de Mouros realiza-se nos dias 24, 25 e 26 de agosto.
Os bilhetes estão já à venda nos locais habituais. O valor dos bilhetes diários é 35 euros. O valor do passe de três dias é de 70 euros e inclui camping gratuito entre o dia 20 e o dia 27.
Há ainda, na área das acessibilidades ao evento, uma parceria com a CP. Na apresentação do bilhete do festival nas bilheteiras CP, o cliente poderá usufruir de 30% de desconto na aquisição de bilhetes de ida e volta para Caminha nos interRegionais, Intercidades e Regionais da CP.
De acrescentar que o festival EDP Vilar de Mouros disponibilizará continuamente transferes gratuitos entre a estação de comboios de Caminha e o festival.
e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária