Faixa publicitária

106 mil novas árvores na AMP

1000arvoresO objetivo do FUTURO - projeto das 100 mil árvores na Área Metropolitana do Porto está cumprido e foi mesmo ultrapassado, com o empenho de todos os municípios e da sociedade civil.

Nesta quarta-feira foram apresentados, no campus Foz da Universidade Católica no Porto, os resultados do projeto FUTURO, compilados em livro.

Desde 2011, levou à plantação de 106 mil árvores nativas em 174 hectares de terreno, potenciando a eliminação de 55 toneladas de poluentes da atmosfera por ano.

Na sessão de apresentação do livro, Marta Pinto, coordenadora do projeto, destacou que "passo-a-passo, o FUTURO, inicialmente frágil como uma semente, cresceu e ultrapassou a meta de plantar 100 mil árvores nativas na região". Para a também coordenadora do Grupo de Estudos Ambientais da Católica no Porto, o sucesso da iniciativa deveu-se a "uma verdadeira sinergia metropolitana, que devolveu resultados muito positivos na gestão do território, da paisagem e da cidadania".

De mencionar ainda que após várias distinções internacionais, o FUTURO arrecadou, em 2017, o prémio nacional "O Norte Somos Nós", na categoria de Sustentabilidade.

Uma nova fase mais “madura”

Agora, o projeto avança para uma nova fase, mais madura. A partir daqui, "não queremos focar o nosso objetivo no número de árvores que podemos plantar. Queremos focar o nosso indicador na área, nos hectares que podemos intervencionar", avançou Marta Pinto à agência Lusa, referindo que as ações passarão pela retirada de eucalipto, bem como de espécies invasoras, somando-se a gestão de matos, que facilitará o crescimento de árvores de forma equilibrada.

e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária