Faixa publicitária

"Três Culturas Três" no Salão Árabe este sábado

palacio_bolsa_int2O projeto "Três Culturas Três" sobe ao palco do Salão Árabe, no Porto, este sábado, pelas 21h30, para apresentar a fusão de alaúdes árabes com guitarra flamenca, mandola judaica e outros instrumentos, indicou a organização.

O espetáculo, que vai realizar-se no Palácio da Bolsa, intitula-se "A Iberia das Três Culturas" é de entrada gratuita, mediante solicitação de convite, e está a ser promovido pela Culturdouro e Cooperativa do Povo Portuense.

Segundo nota enviada à agência Lusa, “Três Culturas Três" é "um projeto de fusão musical e cultural das três fundamentais culturas e religiões ibéricas anteriores ao domínio de uma cultura e religião principal, e posterior perseguição e expulsão das demais".

"A fusão de alaúdes árabes com guitarra flamenca, mandola judaica e outros instrumentos, conferem a este concerto um caráter único e uma experiência musical inolvidável", continua a descrição do projeto.

Em palco estarão músicos que têm feito o seu percurso em várias latitudes, mas que têm em comum as sonoridades de fusão de vários instrumentos.

A organização destaca a participação de Paco Diéz, condecorado em 2007 pela autoridade Nacional do ladino, convidado por Filipe VI, rei de Espanha para atuar no palácio Real e nomeado para o Prémio Princesa de Astúrias das Artes 2016.

Junta-se a ele Wafir Gibril, nascido no Sudão do Sul, estudou no Conservatório Superior de Jartum, um músico considerado "versátil e multi-instrumentista", conforme se lê na apresentação do espetáculo.

Soma-se Raúl Olivar, descrito como "um dos guitarristas mais promissores de Espanha", atualmente professor na Escola Profissional de Dança de Castela y León em Valladolid, considerado "um virtuoso executante de flamenco" e autor de vários discos.

E, por fim, Carlos Ramirez, músico multi-instrumentista e também especialista em repertório sefardita que executa a sua cultura adquirida pelo facto de ter residido em Creta, sendo descrito como "um intérprete de todos os cancioneiros mediterrânicos por excelência".

"Os protagonistas do projeto são músicos de renome internacional, cristãos, judeus e muçulmanos, que apostam na música como linguagem verdadeiramente universal e - como se comprova neste projeto - capaz de unir os povos e as culturas", concluiu a apresentação do espetáculo agendado para sábado.

e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária