Faixa publicitária

Sobrevivente de Nagasaki partilha experiência na U.Porto

seiichiro_miseNo âmbito das comemorações dos 40 anos da geminação das cidades do Porto e de Nagasaki, a Universidade do Porto acolhe esta quinta-feira, dia 11 de outubro, às 17h30, uma sessão com o testemunho, na primeira pessoa, de Seiichiro Mise, sobrevivente à bomba atómica largada sobre a cidade japonesa de Nagasaki e que matou entre 25 a 75 mil pessoas, no final da II Guerra Mundial.

Seiichiro Mise viu, de perto, uma luz forte resultado da explosão da bomba atómica largada pelo Bockscar – bombardeiro B-29 da Força Aérea do Exército dos Estados Unidos da América.

“Tinha apenas dez anos e estava em casa, situada a 3,6 quilómetros do hipocentro da explosão. Agora, aos 83 anos, o japonês dedica-se a partilhar a experiência pelo mundo fora, para consciencializar a humanidade para a importância da paz”, revela nota enviada às redações.

Refira-se que a sessão – a realizar na Reitoria da U.Porto (Praça Gomes Teixeira, aos Clérigos) - é composta por uma palestra em japonês com tradução simultânea em português, com espaço no final para perguntas por parte do público. A sessão é aberta ao público em geral.

As comemorações dos 40 anos da geminação das cidades do Porto e de Nagasaki integram também a exposição "Bomba Atómica - Hiroxima e Nagasaki", patente ao público no átrio da Câmara Municipal do Porto até 30 de novembro.

A mostra, organizada pelo museu Nagasaki National Peace Memorial Hall for the Atomic Bomb Victims, é composta por painéis fotográficos, relatos escritos de sobreviventes dos bombardeamentos atómicos, uma maqueta exemplificativa do que é uma bomba atómica.

e-max.it: your social media marketing partner
Faixa publicitária
Faixa publicitária