Faixa publicitária

Reportagens

Festival Marés Vivas

mv1Dez anos de “Marés”

A pouco tempo da chegada de mais uma edição do Marés Vivas a Vila Nova de Gaia, o diretor do festival defendeu que os aspetos que o distinguem dos restantes eventos de verão são “a proximidade urbana, a qualidade musical, o preço e a paisagem”.

De 18 a 21 de julho, a praia do Cabedelo, em Vila Nova de Gaia, vai acolher a décima edição do festival Marés Vivas, que tem vindo a assumir um papel de crescente importância na lista portuguesa de eventos de verão. A prová-lo, tal como afirmou à Viva o diretor do festival, Jorge Lopes, está a edição deste ano, que conta com um quarto dia de concertos. “O balanço que fazemos é muito positivo, por isso é que continuamos a apostar no festival”, referiu o organizador, sublinhando que, em todas as edições, a iniciativa tem tido “pontos altos”.

Neu/Now Festival

neu2Do mundo para o Porto

Depois de ter passado por Vilnius (Lituânia) em 2009, Nantes (França) em 2010, e Tallin (Estónia) em 2011, atraindo uma média de cinco mil visitantes por edição, este ano, a “casa” do Festival NEU/NOW LIVE será a cidade do Porto. De 12 a 15 de julho, jovens talentos de toda a Europa vão dar provas do seu desempenho artístico nas áreas da Música, Cinema, Artes Performativas, Artes Visuais e Design, numa tentativa de mostrar ao mundo a importância de ter um papel interventivo na sociedade.

Segundo Carla Delfos, Diretora Executiva da ELIA (European League of Institutes of the Arts), entidade organizadora do evento, o NEU/NOW “é uma plataforma internacional inovadora, que tem lugar anualmente para artistas altamente talentosos a terminar a sua licenciatura (ou para aqueles que o tenham feito recentemente) em Escolas Superiores de Artes ou Universidades por toda a Europa e mais além”.

Arte Contemporânea na Maia

arte_maia3Centr’Arte: “novas oportunidades” em tempo de crise

Numa lógica de aproveitamento dos recursos financeiros destinados à produção cultural e das sinergias com associações artísticas, a Câmara Municipal da Maia decidiu criar o Centr’Arte - Centro Metropolitano de Arte Contemporânea. A abertura do novo equipamento, que ficará situado no Fórum da Maia, está agendada para o início de julho, coincidindo com a segunda edição da “Maia, Cidade em Performance”, exposição multidisciplinar que conta com a participação de diversos artistas de várias áreas de atuação.

S. João no Porto

sjoao1O arraial dos cheiros e das gentes

Ainda não cheira a sardinhas assadas e a alho porro, mas a cidade do Porto já mergulhou no espírito de S. João – a festa das “gentes”, da poesia popular, dos “versos brejeiros” e do culto do fogo e da natureza. A noite de 23 de junho é a mais longa do ano para os portuenses, mas os eventos de comemoração das festas de S. João já arrancaram no passado dia 29 de maio, prolongando-se até 8 de julho.

Ainda que a característica principal da festividade se mantenha – a folia nas ruas – quem viveu a celebração do solstício de verão nos anos 50 e 60 considera que a espontaneidade experimentada nas ruas era maior.

Colecionador de brinquedos

brinq2Brinquedos – “segredo” de todas as gerações

De olhar atento, bochechas geralmente rosadas e análises caricatas da vida - que encaram com uma inconfundível simplicidade - as crianças, consideradas por muitos “o melhor do mundo”, vivem com a alegria de quem não tem limites impostos à imaginação. Sabem que a fada madrinha pode transformar a abóbora em coche para levar a Cinderela ao castelo e não têm medo de passar horas em viagem pelo mundo do “faz de conta”. Se, atualmente, os mais novos parecem nascer com uma aptidão natural para as máquinas, que dominam com grande facilidade, antigamente, as formas de ocupação dos miúdos eram bastante diferentes.
e-max.it: your social media marketing partner