BPI

Câmara vai apreciar projeto do Mercado Time Out Porto

Câmara vai apreciar projeto do Mercado Time Out Porto

A Câmara do Porto revelou quinta-feira à Lusa ter recebido o parecer da Direção-Geral do Património Cultural, que aprovou o projeto do Mercado Time Out para a Estação de São Bento. Segue-se agora a apreciação do Pedido de Informação Prévia (PIP) apresentado pelo promotor.

“A autarquia acusa a receção da carta da DGCP [Direção-Geral do Património Cultural]” que vai ser agora apensa ao processo, refere a resposta da Câmara do Porto à agência Lusa, citada pelo Notícias ao Minuto.

Segundo explicou a Câmara do Porto, após a receção do parecer final, o Pedido de Informação Prévia (PIP), apresentado pelo promotor para aferir da viabilidade da realização do projeto na ala sul da estação de São Bento, vai ser apreciado e não havendo “desconformidades, a autarquia agirá em conformidade”.

O município lembra que esta operação urbanística está sujeita a parecer prévio vinculativo da parte da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) e da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), que emitiu parecer positivo para o projeto do Mercado da Time Out para a ala sul da Estação de São Bento.

A autarquia salienta que, caso houvesse um parecer desfavorável, “a câmara não poderia dar luz verde a este projeto”.

De recordar que, no dia 20 de agosto, a Lusa noticiou que o projeto do Mercado Time Out Porto, na estação de São Bento, foi aprovado pela Direção-Geral do Património Cultural em maio, apesar das críticas da UNESCO quanto ao tamanho “intrusivo” da torre de 21 metros projetada para o local.

Na altura, a Câmara do Porto adiantava que “a decisão da câmara sobre o PIP só poderá ser proferida após receção da decisão final da DGPC (decisão essa que incorporará o parecer da UNESCO)”.

O mercado que a Time Out quer instalar na ala sul da estação de São Bento inclui uma torre de 21 metros assinada pelo arquiteto vencedor do Pritzker, Souto de Moura, “com uma área de restauração no topo e vistas para os Clérigos”. O mercado será ainda constituído “por 12 a 13 minirrestaurantes, dois bares e alguns quiosques de marcas locais”, segundo o Jornal de Notícias.

Viva! no Instagram. Siga-nos.