BPI

Campeonato de Póquer Universitário

Campeonato de Póquer Universitário

PokerPT.com

Organizado pelo maior site de póquer, que reúne mais de 40 milhões de membros espalhados pelo mundo, o campeonato universitário teve várias fases de jogo online: todo o processo de qualificação e parte da final. Nesta segunda edição do torneio, a organização quis “providenciar aos finalistas uma experiência de póquer ao vivo”. Na mesma sala onde os universitários disputaram o primeiro lugar, realizou-se, simultaneamente, o maior torneio nacional de póquer – Solverde PokerStars Poker Season. Os jovens, na sua maioria estreantes em torneios ao vivo, puderam, assim, observar os melhores jogadores do país.

Aliás, talvez os mais novos tenham sido observados com maior atenção, tal como contou à Viva Carlos Rafael. “O momento mais engraçado do campeonato foi quando um jogador do Main Event se aproximou da nossa mesa e disse em voz alta que ia ser eu a ganhar, e que no fim pagava um copo, porque eu era o jogador que tinha a maior cara de mafioso”, afirmou o estudante, garantindo voltar ao Casino para cobrar a bebida que “ficou por pagar”.

poker_2

A expressão “de mafioso” pode ter contribuído para a vitória, mas o que garantiu o prémio final foi mesmo a jogada de Carlos numa altura em que “o adversário [estudante de Psicologia da Universidade Lusófona de Lisboa] já estava completamente dominado”. “Mais tarde ou mais cedo acabaria por acontecer”, apontou o jovem natural do Porto, que descobriu o gosto pelo póquer “há mais ou menos dois anos”, quando começou a jogar com amigos.

O percurso até à “mesa final”

O Campeonato de Póquer Universitário arrancou em 2009 e recebeu, na edição deste ano, “algumas dezenas de milhares de estudantes”. De acordo com Pedro Almeida, da PokerStars, “a zona do país com mais participantes foi a de Lisboa”. O torneio teve início a 11 de Novembro, com torneios online diários e finais semanais. Dos 100 apurados, só oito chegaram à final.

“Os estudantes apurados durante o mês de Novembro ficaram aptos para a final no início de Dezembro. No fundo, são três torneios para quem chega à final, mas com a vantagem de que todos os dias se podiam tentar apurar para uma das quatro finais semanais”, explicou à Viva Pedro Almeida. O elemento da organização apontou ainda que “os jogadores só vão para a final ao vivo quando na finalíssima online estão em jogo apenas os últimos oito jogadores, aquilo a que se chama ‘a mesa final'”.

poker_3 

Póquer, um jogo de hierarquias

Mas então, em que consiste o jogo de póquer? “Em primeiro lugar, todos os jogadores têm de conhecer o ranking de mãos”, referiu o vencedor. Assim, por ordem decrescente, destacam-se o “Royal Straight Flush (cinco cartas seguidas do mesmo naipe até ao Às)”; “Straight Flush Royal (sequência de cinco cartas do mesmo naipe)”; “Poker (quatro cartas iguais)”; “Full House (um trio e um par)”; “Flush (cinco cartas do mesmo naipe)”; “Straight (sequência de cinco cartas de vários naipes)”; “Trio (três cartas do mesmo valor)”; “Dois Pares (duas cartas de valor idêntico e outras duas de outro valor idêntico)”; “Par (duas cartas iguais) ” e “Carta Alta (a carta de maior valor)”.

Além da hierarquia, Carlos Rafael acrescenta outro ingrediente: o bluff. “Embora não faça parte do ranking de mãos um bom bluff só não ganha ao royal flush pois é impossível mas pode ganhar em qualquer outra situação por desistência do adversário”, garantiu. “Sabidas estas regras, no decorrer do jogo são dadas duas cartas que somente o jogador pode ver e, dependendo das mesmas, cada um decide se abandona o jogo ou quanto deve apostar”, prossegue o futuro arquitecto. “Depois das apostas estarem igualadas vem o Flop (três cartas visíveis a todos os jogadores), o Turn (quarta carta visível) e o River (quinta carta visível). Entre cada momento o jogador pode voltar a apostar, passar ou até mesmo desistir se achar que está a perder”, explicou à Viva. Deste modo, no final, o jogador que tiver a melhor combinação de cinco cartas, entre as duas que tem na mão e as cinco que estão na mesa, ganha todas as fichas apostadas nessa jogada. “Este é o princípio básico, o resto vem com a prática”, finalizou Carlos Rafael.

poker_4

 

Mestria na jogada

O sucesso no póquer acaba por exigir determinadas características. “Regra geral, o pensamento é de que, para ser um bom jogador de póquer, basta saber as regras, mas não é bem assim, é preciso mais do que isso”, assegurou Pedro Almeida. “Acima de tudo é um jogo que implica muita dedicação, o jogador tem de estar constantemente a actualizar-se, ler livros, estudar artigos e ver vídeos de outros jogadores porque nunca se sabe tudo neste jogo. Aliado a isto está a concentração e paciência. Enquanto se joga há que saber escolher o momento certo para agir, para isso temos de estar muito concentrados para perceber a dinâmica da mesa e o nível dos adversários”, sustentou.

Mariana Albuquerque

PokerPT.com 

Viva! no Instagram. Siga-nos.