BPI

Dias com Energia

Dias com Energia

Dias com Energia

Aos sábados, 9h às 12h, Pavilhão Municipal Fontes Pereira de Melo

O programa municipal Dias com Energia realiza-se, ao sábado, no Pavilhão Municipal Fontes Pereira de Melo, localizado na Rua do Professor Damião Peres.
O horário é o seguinte (sábado):

– 09h00: pilates

– 10h00: ioga

– 11h00: tai chi

A participação nas aulas é livre, aberta a todas as idades e níveis de experiência. É aconselhável trazer roupa e calçado...

Ver Mais

Festival de Teatro “PETRA FICTA”

Festival de Teatro “PETRA FICTA”

15º Festival de Teatro “PETRA FICTA”
16 e 23 novembro, 21h30, Perafita – Matosinhos

A 15º edição do Festival de Teatro “PETRA FICTA” decorre no Auditório Pe. Heitor Vieira Pinto, em Perafita, todos os sábados, até 23 de novembro.
A peça “Porta com Porta” foi a peça de abertura do festival. As outras peças em exibição são “Birras das Crianças”, pelo GETEPEPE Infantis, “Nióbio”, da companhia de teatro Ultimacto, “Ai que medo”, pelos GETEPEPE Jovens; “Lágrimas...

Ver Mais

Amar Amália, Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota

Amar Amália, Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota

Amar Amália – 20 anos de saudade
16 novembro, 21h30, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

20 anos depois do desaparecimento da rainha do fado, o espetáculo “Amar Amália” promete, acima de tudo, lembrar, sentir e renovar o espírito da fadista, não sendo só para atingir o público de Amália, mas também atrair novas gerações pela voz de cantores que interpretam as suas próprias versões de um reportório eternizado pela fadista.
No dia 16 de novembro, “Amar Amália”...

Ver Mais

Conversas sob as estrelas

Conversas sob as estrelas

Conversas sob as estrelas

17 e 24 novembro, 18h, Matosinhos

O ciclo “Conversas sob as estrelas” tem lugar em edifícios e monumentos de Matosinhos que, em alguns casos, estarão abertos ao público pela primeira vez, contando com um conjunto de convidados com trabalhos de investigação científica já realizados sobre os locais e as temáticas a eles associadas.

Programa

“Os primórdios de Siza Vieira”
17 de novembro, 18h00
Local: Hotel Porto...

Ver Mais

"Millennials"| "Estar vivo é o contrário de estar morto", Galeria Municipal do Porto

Estar vivo é o contrário de estar morto
Até 17 novembro, Galeria Municipal do Porto
“Estar vivo é o contrário de estar morto” propõe um projeto de reflexão sobre a urgência de questionarmos o lugar do corpo enquanto agente de extermínio e de salvação do ecossistema terrestre. A partir de práticas artísticas performativas, pictóricas e fílmicas, a exposição procura explorar novas formas de comunidade que quebram a dicotomia do humano/não-humano, numa lógica de reinterpretação de...

Ver Mais

Vida do grande D. Quixote de la Mancha..., Teatro do Bolhão

Vida do grande D. Quixote de la Mancha..., Teatro do Bolhão

Vida do grande D. Quixote de la Mancha e do Gordo Sancho Pança
Até 17 novembro, quinta 19h | sexta e sábado 21h30 | domingo 16h, Teatro do Bolhão

Por que nos continua a fascinar incessantemente esta personagem mítica criada por Cervantes há mais de 400 anos, e que tornaria “As Aventuras de D. Quixote” a obra mais editada em todo mundo depois da Bíblia?
Que podemos procurar hoje neste herói ingénuo e sonhador a partir do qual se criou o termo ‘quixotesco’ para designar aquele que ‘é...

Ver Mais

3ª edição do Mental – Festival de Saúde Mental

3ª edição do Mental – Festival de Saúde Mental

Mental – Festival de Saúde Mental
21 a 23 novembro, Porto

A cidade do Porto recebe, em novembro, a terceira edição do Festival Mental, evento que usa a cultura e as artes como veículos para o combate ao estigma, à vergonha e à falta de informação sobre a saúde mental.
O festival vai decorrer na Casa das Artes e no Espaço Atmosfera M. O programa do Mental inclui apresentações de livros, muito cinema e debates ligados aos quatros temas deste ano: burnout, “fomo”, demências e...

Ver Mais

Os Nossos Dias Poucos e Desalmados, Teatro Carlos Alberto

Os Nossos Dias Poucos e Desalmados, Teatro Carlos Alberto

Os Nossos Dias Poucos e Desalmados
21 a 30 novembro, quarta e sábado 19h | quinta e sexta 21h| domingo 16h, TeCA

“Se eu falo nisso, as coisas entre nós mudam para sempre.” Entramos na idiossincrática “O’Rowelândia” pela sua penúltima peça, “Os Nossos Dias Poucos e Desalmados” (2014), numa encenação de João Cardoso. No percurso de Mark O’Rowe, este texto rompe um hiato de sete anos desde “Terminus” (2007), período em que o dramaturgo se dedicou a adaptações de Shakespeare e...

Ver Mais

Viva! no Instagram. Siga-nos.