Recheio

Música ao vivo na noite portuense, por José Pimenta de França

Música ao vivo na noite portuense, por José Pimenta de França A noite do Porto é intensa, com milhares de pessoas nas ruas, percorrendo dezenas de bares sofisticados. Todos têm música ambiente (gravada ou com DJ, na esmagadora maioria). Mas os que oferecem música ao vivo com programação regular contam-se pelos dedos de uma mão. Se a música ao vivo desse muito dinheiro, haveria no Porto dezenas de casas a disputar o mercado, mas o negócio está difícil, por isso, são poucas as alternativas que a cidade oferece aos seus residentes e visitantes.
Na área do jazz e dos blues, as poucas casas...

Ver Mais

Porto: cobiça e respeito, por Nassalete Miranda

Porto: cobiça e respeito, por Nassalete Miranda Porto é nome que ultrapassa cidade, área metropolitana, região, país e europa. Porto é sinónimo de mundo. Agrega Cultura, Património, História, Cidadania, Ciência, Universidade, Tradição.
Porto é teatro e cinema, música e artes “belas”, literatura, imprensa, arquitectura e vinho.
Porto é um jeito de ser e de sentir, de teimar e de resistir.
Porto é liberdade e patriotismo no coração de D. Pedro IV.
Porto é sotaque fechado em ruas estreitas e íngremes; é casario em reboliço nocturno à beira rio, que...

Ver Mais

Bem-vindos ao Porto, por Padre Américo Aguiar

Bem-vindos ao Porto, por Padre Américo Aguiar

Queremos com tudo isto reforçar o trabalho em REDE. Não esqueçamos que esta é a palavra-chave para muito do sucesso que desejamos como cidade e país. E, neste âmbito do Turismo, temos tudo a ganhar com o potencializar de sinergias. De nada valerá correr sozinho. Sabemos que não estamos a descobrir a pólvora e que são muitos os agentes, públicos e privados, que têm feito um trabalho meritório na oferta turística nacional, do Porto e Norte. Este aumento do número de turistas de visita a Portugal é certamente resultado desse...

Ver Mais

Eu sou do Porto?, por Maria José Azevedo

Eu sou do Porto?, por Maria José Azevedo

E assim se mantém o embaraço, porque eu gosto de dizer que sou do Porto, porque é isso que sinto – foi a terra que escolhi para viver e aqui fixar raízes, já lá vão quase trinta anos – tenho com o Porto, se não uma união de direito, uma união de facto – desde logo porque essa ligação resulta de uma escolha, não foi obra do destino. Aqui ganhei uma família, criei uma filha, fiz amigos para a vida – por isso, é o meu porto de chegada.

Quando aqui cheguei, estranhei – o cinzento do granito, as ruas estreitas,...

Ver Mais

Nuno Grande, por António Vilar

Nuno Grande, por António Vilar

Com este humano evento – o seu e o nosso adeus – mais uma noite sem lua acontece na nossa impiedosa sociedade que, cada vez mais desumanizada, caminha a passos largos para a tragédia final – suspensa a democracia, uma certa liberdade poderá fazer, a seu tempo, retornar o fascismo. Não devia, pois, deixar-nos por aqui quando vivemos num país agrilhoado por poderes não eleitos e mortificado por eleitos imbecis; quando há crescentemente fome em muitos lares e a saúde deixou de ser um direito humano incontestável; quando a...

Ver Mais

Feliz no Porto, por Beatriz Pacheco Pereira

Feliz no Porto, por Beatriz Pacheco Pereira

Pense como temos sorte em ter este rio neste local mágico – deixemos a Ribeira para os turistas – e mergulhe o olhar nas pedras da margem.
Depois almoce na Praia do Ourigo e faça um passeio pela Avenida do Brasil, sem pressa, comendo um “croissant” no caminho. No Homem do Leme pare e olhe para o mar. Quantas cidades possuem este mar? E este mar ao pôr-do-sol? O mais admirável de todos os mares.
Depois sinta-se feliz por estar no Porto.

Beatriz Pacheco Pereira
Directora do Fantasporto e...

Ver Mais

É tão bom assim ser do Porto..., por Júlio Couto

É tão bom assim ser do Porto..., por Júlio Couto

Os anos passaram e a escola foi desativada, mas como estava instalada em prédio alugado à família Van Zeller, ficou encerrada e sem movimento que se visse, até que, um dia, na frontaria surgiu o anúncio de ali se ir instalar uma escola destinada ao ensino musical de crianças. O velho bichinho de saber e comunicar, levou-nos a indagar qual a transformação e, por gentileza do diretor da Escola, com origem em Lisboa, e que para se encontrar connosco se deslocou ao Porto, soubemos toda a maravilhosa realidade.
Ao tempo em que era...

Ver Mais

E agora, Europa?, por Joel Cleto

E agora, Europa?, por Joel Cleto

Ora, há setores culturais e há regiões na Europa que possuem, nesse contexto, mais potencialidades e, concomitantemente, mais responsabilidades. Há espaços privilegiados onde se pode alicerçar e difundir um espírito de plena cidadania europeia. A cidade do Porto encontra-se nesse grupo. Considerado pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade, o Porto é uma daquelas “cidade-memória” que, pelo seu percurso histórico ao longo dos últimos mil anos e pela abertura ao exterior no Passado e no Presente, é um incontornável...

Ver Mais

Viva! no Instagram. Siga-nos.