Pingo Doce

O Porto que se faz na ciência, por Manuel Carvalho

O Porto que se faz na ciência, por Manuel Carvalho

Podemos suspeitar que, em muitos casos, o perfil económico, social e cultural da cidade não tem capacidade de acolher o desempenho de uma universidade dinâmica como a do Porto. Sabemos que boa parte dos seus formandos tem de encontrar outras paragens para poder aplicar o que aqui aprendeu. Mas entre o que a universidade exporta e o que consegue injectar no tecido da cidade e da região, há-de haver margem para mais-valias. Nestes processos de transformação e desenvolvimento, nem sempre o caminho se faz em linha reta. Mas o que importa...

Ver Mais

Ribeira Negra, agora sim!, por Agostinho Santos

Ribeira Negra, agora sim!, por Agostinho Santos

 

“A Ribeira Negra” é, em boa verdade, uma excelente obra, considerada por muitos a obra prima de Júlio Resende, que foi doada há mais de duas décadas à cidade pelo pintor e que os responsáveis autárquicos tão mal trataram, ao longo do tempo.

Ou, melhor, não trataram, deixaram-na estar encaixotada nos armazéns camarários durante muitos anos. Sei mesmo, porque conversei várias vezes com Júlio Resende, que, durante esse período, o mestre andava...

Ver Mais

Cidade de Turismo... e comércio?, por Mário Dorminsky

Cidade de Turismo... e comércio?, por Mário Dorminsky

 

As medidas recentemente tomadas pelo Município de liberalizar os horários de funcionamento dos serviços, o facilitar da montagem de esplanadas, as animações culturais pontuais realizadas em diversos pontos da cidade, são uma porta para que os privados possam investir naquilo que é seu. Os seus negócios e a sua cidade. Abrir os restaurantes da baixa, os bares, as livrarias, as discotecas, as lojas de “lembranças” (que o Porto não tem em quantidade suficiente e deveria ter) até,...

Ver Mais

A maldição da Praça de Lisboa, por Jorge Fiel

A maldição da Praça de Lisboa, por Jorge Fiel

Um árido parque de estacionamento à superfície é a mais antiga recordação que eu tenho da Praça de Lisboa. Depois houve uma tentativa de Belmiro de Azevedo de lhe dar vida, instalando lá um centro comercial. Não deixa de ser curioso que a Sonae, que da Grécia ao Brasil, passando por Alemanha e Itália, promove e gere shoppings florescentes, tenha falhado apenas no coração da cidade que a viu nascer e crescer.
Sei de um projecto, que está enguiçado, de recuperação desta praça que é uma ferida a largar pus mesmo ali ao...

Ver Mais

A fúria e a féria, por Manuel Queiroz

A fúria e a féria, por Manuel Queiroz

Manuel Queiroz, director do Semanário Grande Porto, é a personalidade que lança mais um tema de discussão neste espaço de debate. Se concorda, discorda ou quer opinar sobre o assunto escreva-nos ou, preferencialmente, vá a www.viva-porto.pt e deixe a sua opinião. Acompanhe o debate durante o trimestre e volte a participar no fórum. Tantas vezes quantas quiser!

 

A fúria e a féria...

Ver Mais

Região é precisa!, por Rogério Gomes

Região é precisa!, por Rogério Gomes

Rogério Gomes é a personalidade que lança mais um tema de discussão neste espaço de debate. Se concorda, discorda ou quer opinar sobre o assunto escreva-nos ou, preferencialmente, vá a www.viva-porto.pt e deixe a sua opinião. Acompanhe o debate durante o trimestre e volte a participar no fórum. Tantas vezes quantas quiser!

Região é precisa!

Todos os mais recentes dados económico-sociais sobre a Região Norte revelam o mesmo: é a região mais pobre do país e...

Ver Mais

Habitar a cidade, por David Pontes

Habitar a cidade, por David Pontes

David Pontes é a personalidade que lança mais um tema de discussão neste espaço de debate. Se concorda, discorda ou quer opinar sobre o assunto escreva-nos ou, preferencialmente, vá a www.viva-porto.pt e deixe a sua opinião. Acompanhe o debate durante o trimestre e volte a participar no fórum. Tantas vezes quantas quiser!

Habitar a cidade

E se num curto intervalo de discutirmos o que...

Ver Mais

Metro do Porto, por Manuel Serrão

Metro do Porto, por Manuel Serrão

Na edição anterior, a Viva lançou o desafio aos leitores de poderem intervir com a sua opinião relativamente a um tema lançado à discussão pública por personalidades ligadas à cidade ou à região. Paulo Morais deu o pontapé de saída na rubrica “Crónica e as cidades”, sob o tema «Espaços Públicos» que gerou uma discussão interessante acerca do aproveitamento (ou falta dele) dos espaços públicos da cidade.

Manuel Serrão, com uma bem vincada ligação ao Porto, é a...

Ver Mais

Viva! no Instagram. Siga-nos.