Pingo Doce - Prémio Literatura Infantil

Conserto para Dois, Coliseu Porto

Conserto para Dois, Coliseu Porto

Conserto para Dois
28 e 29 fevereiro, 21h30 | 1 março, 17h, Coliseu Porto Ageas

Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello sobem aos palcos para nos trazerem uma comédia musical onde irão interpretar, cada um, mais de cinco personagens. O público acompanhará esta divertida e surpreendente história e as suas frenéticas trocas de personagens.
Tudo se passa num cruzeiro de luxo, com destino à Antárctica, onde Luna de Palma, uma famosa atriz (Cláudia Raia), e Roberto Rinaldi, um famoso escritor (Jarbas Homem de Mello), irão, sem contar, encontrar-se após um difícil processo de separação. Ambos procuravam a tranquilidade de um cruzeiro para se recuperarem da escandalosa separação! Só não podiam imaginar a mirabolante reviravolta que o destino lhes preparava!
O que acontece quando um grande amor se torna numa quase obsessão? Neste caso, pode apostar, em muitos ciúmes, mentiras, situações inusitadas e, mais que tudo, numa trama muito divertida e cheia de reviravoltas. Esta é a receita da comédia musical “Conserto para Dois”, numa interpretação brilhante de Claúdia Raia e Jarbas Homem de Mello.
Apertem os cintos porque, apesar de não ser um avião, turbulência é o que não vai faltar neste cruzeiro! Bem-vindos ao Sinfonia dos Mares!
Elenco Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello | texto Anna Toledo | encenação Jarbas Homem de Mello | canções Thiago Gomes, Tony Luchhesi e Anna Toledo | direção musical Tony Lucchesi | produção Plano 6 e Raia produções

Desconcerto
2 e 3 março, 21h30, Coliseu Porto Ageas

O que acontece quando três amigos, como César Mourão, Miguel Araújo e António Zambujo, decidem ir juntos de férias para o Algarve?
Conversa puxa conversa, guitarra puxa guitarra, improviso gera improviso. Sendo fãs há muito uns dos outros, quando deram por ela, estavam a criar e a improvisar canções em conjunto, sem qualquer outra intenção que não fosse divertirem-se.
E assim foi.
As boas memórias desses dias levaram-nos a querer partilhar com o público esses momentos de cumplicidade. Decidiram então convidar Luísa Sobral, ela própria uma improvisadora muito peculiar, de quem são devotados fãs e amigos, para se juntar a eles.
O resultado?
Um magnífico Desconcerto de música e bom humor, criado a la minute, absolutamente improvisado, absolutamente imperdível, que os surpreenderá a eles, tanto quanto ao público, e que é capaz de ser ainda melhor do que ir de férias com eles.
Uma coisa é certa, os Coliseus com eles em 2020 já ninguém nos tira.

Saturday Night Fever
7 março, 22h, Coliseu Porto Ageas

Depois do estrondoso sucesso do musical “Grease”, o Coliseu do Porto Ageas volta a receber uma nova mega produção com a assinatura Yellow Star Company. Em estreia absoluta no Porto, chega “Saturday Night Fever”, um musical inesquecível, que não pode perder! Os tempos áureos do disco sound chegaram finalmente a Portugal!
Tony Manero é um jovem que vive no bairro de Brooklyn. Um galã e um exímio dançarino nos tempos do disco sound, que é feliz apenas aos fins de semana, depois de passar a semana inteira a trabalhar numa monótona loja de tintas.
Sob a influência do seu irmão, um padre frustrado, e de Stephanie, sua parceira de dança, começa a questionar a maneira como encara a vida e a limitação das suas perspetivas.
Paralelamente, Tony vive uma crise amorosa, enquanto se prepara para participar naquele que será o mais importante concurso de dança da sua vida!

As Canções da Maria
8 março, 15h, Coliseu Porto Ageas

As Canções da Maria, projeto infantil criado por Maria de Vasconcelos com o objetivo mostrar às crianças que aprender pode ser divertido, vai estrear-se no Coliseu Porto Ageas no dia 8 de março. No decorrer do espetáculo, Maria, Mathias, Mathilde e Manon vão mostrar várias canções, poemas, lengalengas e muitas curiosidades, ao mesmo tempo que passam por temáticas escolares tão interessantes como a História de Portugal ou noções de matemática.
Este projeto nasce pela mão da Maria de Vasconcelos, após perceber que as suas duas filhas Mathilde e Manon reagiam de uma forma muito positiva à matéria escolar através da interação com a música. Maria desde sempre foi vista com a sua guitarra às costas, fazer canções já lhe era natural, mas foi quando viu as filhas entrarem na escola que começou a compor canções sobre as disciplinas para que elas pudessem brincar ao mesmo tempo que aprendiam com mais facilidade. Desta forma, Maria entendeu que tinha encontrado uma forma didática de mostrar às crianças, pais, avós, educadores e professores, que tudo é mais fácil a cantar.

Cock Robin – Tour 20 Anos
14 março, 22h, Coliseu Porto Ageas

A banda Cock Robin liderada pelo cantor/compositor e multi-instrumentalista Peter Kingsbery, Anna Lacazio, Clive Wright e Lou Molino III, tornou-se um fenómeno musical internacional nos finais da década de 80, coincidindo com o nascimento da MTV e de toda uma nova era que revolucionou os anos 80.
A popularidade da banda continuou a crescer em particular junto do público europeu, em que temas como “When Your Heart Is Weak”, “The Promise You Made” ou “I Thought You Were On My Side”, tal como o álbum homónimo “Cock Robin”, alcançam múltiplos galardões e um êxito sem precedentes. Em 2015, após a saída de Anna LaCazio, uma das vocalistas da banda, é pela mão de Peter Kingsbery que os Cock Robin voltam a renascer. O projeto que perto do virar do século já tinha sobrevivido à passagem de quarteto a duo, tem também agora a voz Coralie Vuillemin, oferecendo um novo impulso à banda que tem deixado rendido o público um pouco por todo o mundo.
Em 2019, os Cock Robin voltam aos palcos portugueses desta feita com o regresso de Peter Kingsbery à guitarra baixo na apresentação de um novíssimo álbum de originais intitulado “Homo Alien” com uma sonoridade mais pop/rock. Um novo trabalho que o público português pode conhecer no Coliseu Porto Ageas dia 14 de março, onde não faltarão os êxitos que imortalizaram os Cock Robin como um dos grandes nomes da cultura pop.

A Valquíria
21 março, 18h, Coliseu Porto Ageas

O Coliseu Porto Ageas e o Teatro Nacional de São Carlos apresentam “A Valquíria”, de Richard Wagner, a partir de uma grande produção da prestigiada Opera North. A versão concerto semi-encenado desta ópera integral conta com encenação e imagens multimédia concebidas por Peter Mumford e direção musical do maestro britânico Graeme Jenkins, que colaborou com a Royal Opera House.
Estreada em 1870, Die Walküre, no seu nome original, continua a ser a mais popular jornada d’ O Anel do Nibelungo. Contém algumas das mais populares passagens da obra wagneriana: o ardente dueto de amor, no decorrer do qual irrompe a primavera; a célebre “Cavalgada das Valquírias; e a “Música do Fogo Mágico”.
Centrada na história dos Wälsungen, esta ópera conta-nos a paixão incestuosa dos irmãos Siegmund e Sieglinde e as suas terríveis consequências. Peter Mumford, pioneiro neste projeto de divulgação, propõe-nos uma visão que privilegia o intimismo psicológico das personagens através de um singular apelo à linguagem cinematográfica.
“A Valquíria” marca o regresso da Orquestra Sinfónica Portuguesa ao Porto, precisamente no dia em que começa a primavera, 21 de março. O elenco inclui algumas das mais marcantes vozes wagnerianas da atualidade (Christopher Ventris, Ricarda Merbeth, Thomas Johannes Mayer), ladeadas por um conjunto de promissores cantores nacionais e internacionais.

Snarky Puppy
24 março, 21h30, Coliseu Porto Ageas

É mais uma daquelas relações de amor bonitas que fundem a música e o público português. A super banda de jazz Snarky Puppy está de volta a Portugal para um concerto que promete ser inesquecível. Dia 24 de março, o Coliseu Porto Ageas recebe uma das mais acarinhadas bandas pelo público português, nos últimos anos.
Cruzam na perfeição o jazz mais clássico com as novas influências e isso terá sido o que os levou a furar para chegar a públicos tão diversos. Sempre prontos a fazer aquilo que gostam, como mostram os 12 trabalhos entre 2006 e 2019, voltam agora a Portugal com o álbum “Immigrance”. Nas palavras de Michael League, cara principal dos Snarky Puppy, o novo disco pretende passar movimento: “A ideia aqui é que tudo é fluido, que tudo está sempre em movimento e que estamos todos em constante estado de imigração.”

Forever King of Pop
28 março, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Forever King of Pop regressa a Portugal com novas canções e coreografias para assinalar os dez anos do adeus ao “Rei da Pop”, que teve lugar a 25 de junho de 2009.
Apoiado por Joseph Jackson, pai do músico e compositor, e por Jermaine e La Toya Jackson, seus irmãos mais velhos, Forever King of Pop tem estado em digressão por países como França, México, Espanha e Alemanha, levando na bagagem o legado musical incontornável, que ainda hoje é entoado e dançado, e que muitos nunca esquecerão, de Michael Jackson. “Bad”, “Dirty Diana”, “Thriller”, “Earth Song” e “Smooth Criminal” são alguns dos temas que Forever King of Pop reaviva e reacende, hipnotizando o público com coreografias ritmadas, um guarda-roupa memorável e muitos “moonwalks”, a imagem de marca do cantor. Um projeto coreografado com rigor e entrega, ao qual o próprio progenitor de Michael Jackson se referiu como sendo “bom demais para ser verdade” e onde “parecia que estava a vê-lo ali”.
O papel principal cabe a Alex Blanco, artista londrino de 23 anos, que começou a imitar o artista no ano da sua morte e cujos vídeos no YouTube se tornaram tão conhecidos que fizeram dele uma verdadeira estrela, com a “Human Nature” dos palcos.

Stomp
2 e 3 abril, 21h30 | 4 abril, 16h, Coliseu Porto Ageas

O corpo humano e inusitados objetos do quotidiano de cada um de nós são as estrelas nos espetáculos Stomp.
Mestres da percussão e humor, para os Stomp tudo, mesmo tudo, tem um movimento e som próprios. Das botas aos baldes, das tampas dos caixotes de lixo aos isqueiros e vassouras, dos lava-loiça aos garrafões de água, a sua originalidade é esmagante e o humor contagiante.
Há 29 anos a correr os cinco continentes, os Stomp continuam a surpreender os fãs com os novos objetos que vão incluindo no seu espetáculo. Este regresso a Portugal não vai ser diferente!

Mayra Andrade
18 abril, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Mayra Andrade estreia-se em 2020 no Coliseu Porto Ageas, na noite de 18 de abril.
A digressão mundial de “Manga” chega a uma das mais nobres salas do país após ter passado por cidades como Londres, Paris e Berlim, num extenso roteiro que inclui vários festivais em Portugal e na Europa, entre eles o prestigiado North Sea Jazz Festival, em Roterdão, na Holanda. Em 2018, esgotou por duas noites o Capitólio, em Lisboa, para apresentar este álbum que agora celebra numa noite especial no Porto.

Machine Head
23 abril, 21h, Coliseu Porto Ageas

A digressão comemorativa dos 25 anos do álbum de estreia dos Machine Head, “Burn My Eyes”, passa por Portugal em 2020.
Dia 23 de abril no Coliseu Porto Ageas, a banda norte-americana considerada por muitos uma das pioneiras da New Wave Of American Heavy Metal apresenta o clássico “Burn My Eyes”, na íntegra.
Editado em 1994, “Burn My Eyes” tem 11 temas, incluindo o intemporal “Davidian” e foi o disco de estreia mais bem sucedido do catálogo da editora Roadrunner durante vários anos.
Rob Flynn regressa a Portugal acompanhado por Logan Mader e Chris Kontos, com quem gravou “Burn My Eyes”, e também por Jared MacEachern no lugar de Adam Duce.
Nesta digressão, os Machine Head regressam às sonoridades mais pesadas de “Burn My Eyes” e a temas que não são tocados há anos.

The Gipsy Kings
26 abril, 22h, Coliseu Porto Ageas

Andre Reyes, um dos fundadores dos Gipsy Kings acompanhado por Chico Castillo, Mario Reyes e restantes músicos, regressam a Portugal em abril, para pisarem pela primeira vez o palco dos Coliseus do Porto e Lisboa.
Sucessos como ‘Bamboleo’, ‘Djobi Djoba’, ‘Volare’, “ Baila Me”, “Sin Ella”, entre muitos outros, serão alguns dos temas que se ouvirão nestes dois grandes concertos.
Formados nas cidades francesas de Arles e Montpellier, os Gipsy Kings conquistaram o mundo, tornando-se numa das maiores bandas da atualidade, com a sua sonoridade única e irresistível de estilos de flamenco tradicional, com a pop ocidental e ritmos latinos.

Irish Celtic – Spirit of Ireland
28 abril, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Irish Celtic é um pub, em Cork, Irlanda. A sua história data do princípio dos tempos, e no seu interior encerram-se lendas e objetos que testemunham a história da Ilha Esmeralda, do tempo dos druidas à migração do século XIX. Gerido por Paddy Flyn há demasiadas gerações, está na hora de Diarmuid, seu filho, assumir a gerência. Entre copos de cerveja e whisky e ao som de violinos, gaitas-de-fole, acordeões e das tradicionais flautas celtas (Tin Whistle), Paddy conta-lhe os segredos do povo Celta da Irlanda. Com coreografia de Denise Flynn e Jim Murrihy, ex-bailarinos de Lord of the Dance, Irish Celtic recria episódios desta cultura antiga mas ainda viva.

Calema – Yellow
1 maio, 21h30, Coliseu Porto Ageas

De volta às raízes. Assim se pode caracterizar o novo álbum dos Calema, “Yellow”.
Tendo por base as influências da cultura Afro, este novo trabalho dos irmãos António e Fradique reúne temas que agregam as sonoridades de países como São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique ou Guiné.
“Yellow” revela-se como um reforço positivo para todos aqueles que o escutam, não só pela alegre e contagiante sonoridade mas também pela mensagem positiva que está implícita em cada batida e cada segundo deste novo cd.
No arranque da digressão de 2020, a estreia em palco deste novo trabalho irá ocorrer dia 11 de abril no Coliseu de Lisboa, para depois rumarem ao norte do país e dia 1 de maio subirem ao palco do Coliseu Porto Ageas. Duas noites em que serão apresentadas ao vivo canções deste novo cd, como “Allez”, “Amar 24/24”, “Abraços”, o single “Yellow” – que dá nome ao seu novo álbum -, ou “Room”, que certamente vão despertar sorrisos, emoções e boa disposição, sem deixarem de fazer uma retrospetiva musical com as canções que se tornaram êxitos de uma curta mas muito intensa carreira.

Coliseu Porto Ageas
Rua Passos Manuel, 137 – Porto
Tel. 223 394 940 | Fax 223 394 949 | Info/Reservas 707 234 234 | www.coliseudoporto.pt

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/premio-literatura-infantil/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=10022020-pli&utm_campaign= fasetexto

Viva! no Instagram. Siga-nos.