Pingo Doce

Como Portugal contribuiu para que Macau seja a capital mundial do jogo

Como Portugal contribuiu para que Macau seja a capital mundial do jogo

A herança deixada pelos portugueses em Macau foi fundamental para que esta cidade se tornasse na capital mundial do jogo. Portugal colonizou e administrou Macau durante mais de 400 anos, tendo sido esta a última colónia europeia na Ásia. Naturalmente, os portugueses acabaram por ter uma grande influência na região.

A evolução da indústria do jogo em Macau, está muito relacionada com a história dos portugueses na cidade. Apesar do jogo já existir em Macau, foram os portugueses que ao transformarem o mesmo num porto de passagem, alargaram este mercado para o exterior.

Inicialmente o jogo não era alvo de qualquer tipo de regulamentação, fazia sucesso entre a classe trabalhadora de Macau, sendo frequentado por construtores civis vindos da China, operários dos portos e empregados domésticos.

No entanto, Macau começou a perder o seu poder enquanto porto comercial, devido à conquista de Hong Kong pelo império britânico. O porto de Hong Kong tinha mais capacidade, e acabou por progressivamente tirar força ao de Macau. Desta forma, com o intuito de aumentar as receitas fiscais, o Governo de Macau decidiu legalizar o jogo, também para dinamizar as atividades económicas da região. Foram assim emitidas licenças em 1847 para operar o jogo chinês “Fantan”.

No final do século XIX já existiam mais de 200 casas de jogo, onde se podia jogar “Fantan”, e o jogo era uma das principais fontes de receita do Governo. Foi nesta altura que Macau começou a ganhar fama pela sua indústria do jogo, passando a ser conhecida como “Monte Carlo do Oriente”.

A indústria do jogo em Macau sofreu uma reforma em 1937 quando foi atribuída a concessão do monopólio dos casinos à empresa “Tai Heng” que instalou no Hotel Central um casino e introduziu um dos jogos mais populares – o Bacará.

De acordo com declarações de Hongwai Ho, professor do Centro Pedagógico e Científico na Área do Jogo do Instituto Politécnico de Macau, Portugal teve uma grande influência no sistema sociocultural, económico e legal da cidade. Esta influência teve um grande impacto na regulação do mercado do jogo, com a instauração do conceito de lei administrativa de concessão desde 1961, e a criação de impostos diretos sobre as receitas brutas dos casinos em 1976.

O sistema de concessões instaurado, apesar de apresentar algumas falhas, não diminuiu o interesse dos operadores de casino em Macau. Apesar de terem sido feitas algumas alterações ao modelo de concessão inicial, que foi alargado a três concessionárias e três subconcessionárias, o sistema baseia-se na lei portuguesa.

Nos dias que correm, a indústria do jogo em Macau vive um período de incerteza devido ao impacto da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. A entrada de outros atores asiáticos no mercado do jogo, e o término do prazo de uma subconcessão e da concessão de jogo da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), são outros fatores que contribuem para esta incerteza.

Outro fator que está a influenciar a indústria do jogo em todo o mundo é o crescimento do jogo online, que tem vindo a tirar força aos casinos físicos. Portugal não é exceção, e por isso temos assistido ao alargamento da área de atuação das empresas que gerem os principais casinos físicos, ao mercado online. Para além disso, o SRIJ tem emitido licenças para novos operadores de casino entrarem no mercado regulado.

Exemplo destes novos operadores é o casino Luckia, que já fazia sucesso entre os apostadores espanhóis, e está desde setembro de 2018 em Portugal. Estes operadores de casino oferecem mais vantagens aos jogadores, por exemplo, a Luckia em Portugal oferece bónus de reembolso aos seus membros.

Com a entrada em janeiro de um novo casino online no mercado português, prevê-se que o investimento em Portugal de operadores internacionais de casino online continue a crescer.

Viva! no Instagram. Siga-nos.