Pingo Doce

Metro do Porto, por Manuel Serrão

Metro do Porto, por Manuel Serrão

Na edição anterior, a Viva lançou o desafio aos leitores de poderem intervir com a sua opinião relativamente a um tema lançado à discussão pública por personalidades ligadas à cidade ou à região. Paulo Morais deu o pontapé de saída na rubrica “Crónica e as cidades”, sob o tema «Espaços Públicos» que gerou uma discussão interessante acerca do aproveitamento (ou falta dele) dos espaços públicos da cidade.

Manuel Serrão, com uma bem vincada ligação ao Porto, é a personalidade que lança mais um tema de discussão neste espaço de debate. Se concorda, discorda ou quer opinar sobre o assunto deixe aqui a sua opinião. Acompanhe o debate durante o trimestre e volte a participar no fórum. Tantas vezes quantas quiser!

 

Metro do Porto

Nunca é demais discutir o Metro do Porto. Do Porto Região. A atestar a sua utilidade, ainda agora na semana da Queima das Fitas atingiu novos recordes de passageiros por dia.

Convém recordar que isto acontece num tempo em que o nosso Metro está ainda coxo. Por culpa do Estado centralista, que não só não paga o que deve à empresa, como não deixa que o Metro prossiga o seu normal plano de expansão. Atempadamente previsto para cabal satisfação das populações da Região.

Mesmo que estes motivos impeditivos não fossem antigos, acresce agora a crise e a necessidade de preservar o Ambiente, que favorecem o metropolitano como o meio de transporte mais barato e menos poluente.

Isto não tem discussão. Para discutir fica saber se a nova linha deve ou não ser enterrada e se a opção deverá ser Campo Alegre ou Boavista!

Manuel Serrão
Empresário

PUB
lerlevanosmaislonge.pingodoce.pt/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240919-maislonge5&utm_campaign=lermaislonge

Viva! no Instagram. Siga-nos.