BPI

Dropshipping: Como iniciar um negócio com pouco dinheiro

Dropshipping: Como iniciar um negócio com pouco dinheiro

Todos os dias existem mais lojas na Internet que usam o dropshipping como parte fundamental do seu negócio. E isso deve-se à facilidade e conveniência que este método proporciona às empresas que o utilizam.

Mas o que é afinal o dropshipping? Será que é possível desenvolver um negócio tendo por base este método de venda? É isso mesmo que iremos ver de seguida.

O que é afinal o Dropshipping?
O funcionamento deste tipo de negócio é simples: uma loja vende uma série de produtos que, inicialmente, não necessita comprar e armazenar.
Assim, a loja chega a um acordo com um fornecedor através do qual, sempre que efetua uma venda de um produto a mesma realiza a encomenda ao fornecedor e ele próprio a envia ao cliente final.
A melhor parte deste tipo de negócio é que, regra geral, dependendo do acordo que tem com os seus fornecedores, não tem que criar um stock de produtos para o seu negócio. Basicamente a compra apenas é realizada depois de a venda estar efetuada.
Podemos assim dizer que o dropshipping é um win-win tanto para o fornecedor, que é responsável apenas pela produção ou armazenamento de produtos, quanto para o vendedor, que é responsável pelo lado comercial.

O que é necessário para montar um negócio low cost de Dropshipping?
Tal como indica o título deste artigo, em princípio pouco dinheiro, mas muito desejo de trabalhar.
Iniciar um negócio, seja físico ou online, requer muito trabalho. O problema com as lojas de dropshipping é que, como não têm um forte investimento inicial, muitos empresários acabam por não o levar a sério.
Dito isto, a primeira coisa que precisa é desejo e esforço. Só assim irá alcançar o sucesso.
Em segundo lugar, vai precisar de um domínio para sua loja online e uma boa empresa de alojamento para hospedar o seu site.
Hoje em dia existem empresas de alojamento que por menos de 50€ por ano, que lhe dão um alojamento web de qualidade e uma loja pronta a funcionar, basta carregar os produtos que pretende vender.
Em terceiro lugar, e talvez o mais importante e difícil de tudo! Terá de encontrar um fornecedor de qualidade que trabalhe através de dropshipping com os produtos que deseja vender.
Embora existam inúmeros bancos de dados com empresas que trabalham com dropshipping, é melhor entrar em contacto diretamente com uma empresa que venda os produtos em que está interessado. Só desse modo irá conseguir chegar a um acordo com ela. Desse modo, irá também conseguir ter uma relação mais próxima e melhores preços.
Finalmente, vai ter de dar a conhecer a sua loja. Uma maneira simples e barata de começar a promover o seu negócio pode ser através do Google Adwords ou Anúncios do Facebook.
Em ambas as plataformas de publicidade pode iniciar uma campanha promocional com pouco dinheiro.
Dependendo dos resultados obtidos, pode aumentar o seu investimento, mas sempre controlando as despesas. Um bom marketing é essencial para iniciar o seu negócio. Contudo, se quer saber mais sobre esta forma de venda, nada melhor que visitar o site da Oberlo.
A maior desvantagem do dropshipping é que a margem de lucro é geralmente mais baixa. Mas o investimento é praticamente nulo e não vai comprometer o seu futuro se a sua aposta para iniciar um negócio online falhar.
Se você quiser começar um negócio com pouco dinheiro, o dropshipping pode ser uma opção mais simples e mais rápida.

Porque é que os negócios de dropshipping falham?
A verdade é que existem vários motivos para o negócio de dropshipping falhar. Assim, alguns dos principais são os seguintes.
1 – Paciência
A maioria falha porque não têm paciência suficiente. Paciência para aprender sobre o funcionamento de um eCommerce, paciência para fazer testes suficientes em vários canais de publicidade pagos antes de fazer uma venda…
Paciência e persistência como um todo são essenciais para o negócio vingar.
2 – Tem de investir para ganhar
É complicado para muitos perceber que leva tempo e recursos para fazer a primeira venda. Especialmente, se você está a confiar somente na publicidade paga (Facebook) como a sua principal fonte de tráfego.
Os primeiros 500/100€ serão gastos em testes, falhas e recolha de dados. Se não desistir muito rapidamente e tiver uma mentalidade correta para isso, vai aprender lições inestimáveis.
3 – Investimento no nicho errado
A maioria das empresas que falham está a atuar em mercados superlotados (moda, roupas, quaisquer produtos com muitas vendas que estejam em alta tendência agora).
A minha recomendação seria grupos de pessoas com necessidades sub-representadas ou um público-alvo motivado pela necessidade.
4 – Não conhecer o seu público-alvo
Não pode simplesmente anunciar para qualquer pessoa. Vai gastar muito dinheiro a enviar pessoas para o seu site apenas para perceber que não foi um tráfego qualificado, e que o mesmo não gera nenhuma conversão ou conversões suficientes.
Agora já sabe por onde começar o seu investimento. Aproveite as nossas dicas e não cometa estes erros!

PUB
lerlevanosmaislonge.pingodoce.pt/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240919-maislonge5&utm_campaign=lermaislonge

Viva! no Instagram. Siga-nos.