Pingo Doce

Em 20 anos, Portugal terá uma tendência 100% renovável na geração de eletricidade

Em 20 anos, Portugal terá uma tendência 100% renovável na geração de eletricidade

A conclusão é de João Abel Peças Lopes, diretor associado do INESC TEC e professor catedrático na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), que afirma que, em 20/30 anos, os países mais desenvolvidos, onde Portugal se inclui, “utilizarão para satisfazer a procura de eletricidade um portfólio de tecnologias de geração tendencialmente 100% renovável relativamente às energias primárias utilizadas e que serão: a solar, a eólica, a hidroeletricidade, a biomassa e até a geotermia”. Será com este mote que a 29 de maio, data em que se celebra o Dia Nacional de Energia, terá início, no Auditório da FEUP, a discussão sobre sistemas de energia do futuro.

Intitulado “Sistemas de energia com 100% de energia elétrica proveniente de fontes renováveis”, o evento, organizado pelo INESC TEC e com o carimbo da Comissão Europeia, vai incluir, também, uma mostra tecnológica ligada a soluções de engenharia na área da energia, onde estarão expostos desde um drone para inspeção de linha elétricas para reduzir o risco humano, custos operacionais e tempo, um sistema de gestão inteligente de consumo energético em casa ajustado às preferências dos utilizadores a um inversor inteligente para produção e armazenamento de energia fotovoltaica em ambiente doméstico, entre muitos outros.

Na iniciativa, que vai contar com cerca de 500 pessoas, estarão presentes vários membros do governo, investigadores do INESC TEC e representantes de multinacionais e PME portuguesas. Mais informações disponíveis aqui.

Viva! no Instagram. Siga-nos.