BPI

Exposições em Serralves

Exposições em Serralves

“Paula Rego. O Grito da Imaginação”
Até 8 março 2020, Casa de Serralves
O núcleo de obras de Paula Rego na Coleção de Serralves, realizadas entre 1975 e 2004, é o ponto de partida para a concretização de uma exposição monográfica intitulada “Paula Rego. O Grito da Imaginação”.
Esta mostra trará a artista de volta a Serralves depois da referencial exposição que o Museu organizou em 2004. A exposição na Casa de Serralves reúne trabalhos representativos de vários períodos da obra desta autora “que definiu um novo paradigma na pintura portuguesa contemporânea”.
“Paula Rego. O Grito da Imaginação” integra também duas séries de gravuras, “Pendle Witches” (1996) e “Skakespeare’s” (2006) do espólio da Casa das Histórias Paula Rego, reforçando o pano de fundo desta mostra que incide sobre a capacidade da arte, nomeadamente na sua vertente figurativa, revelar universos onde a surpresa e o espanto se ancoram nos mais básicos e fundamentais anseios da sociedade contemporânea, do papel da mulher nesse universo e, finalmente, da capacidade da arte questionar o quotidiano.
Exposição organizada pela Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea e comissariada por Marta Almeida.

“Álvaro Siza: in/disciplina
Até 2 fevereiro 2020, Serralves

Nome: Álvaro Siza
Disciplina: tão pouca quanto possível

Esta nota confessional – certo dia escrita por Álvaro Siza na guarda interior de um dos seus cadernos de desenho, de formato escolar – serviu de ponto de partida para esta exposição comemorativa do 20.º aniversário do Museu de Arte Contemporânea de Serralves.
“Álvaro Siza: in/disciplina” revela-nos a salutar inquietude e a insubmissão do seu método criativo que, forjado no cruzamento entre saberes, culturas, geografias, obras e autores, sustentou, ao longo de mais de seis décadas, um constante questionamento da arquitetura a partir, simultaneamente, do que está dentro e fora da disciplina.
Com base em trinta projetos realizados entre 1954 e 2019 (construídos ou não), a exposição percorre a trajetória de Álvaro Siza, desde o período da sua formação até à sua plena afirmação autoral, através das suas leituras, dos seus cadernos de esquissos e registos de viagem, dos retratos que dela fizeram fotógrafos e amigos, das publicações seminais que as publicaram e do testemunho pessoal de muitas personalidades que com ela se cruzaram ao longo do tempo.
Imagem: Álvaro Siza, image from Sketchbook nº110. Col. Álvaro Siza Fonds – Canadian Centre for Architecture, Montréal (CCA).

Olafur Eliasson – “O Vosso/Nosso Futuro é Agora”
Até 14 junho 2020, Museu e Parque de Serralves
Olafur Eliasson é conhecido por esculturas e arte de instalação em larga escala, empregando materiais elementares, como luz, água e temperatura do ar para melhorar a experiência do espectador.
“O Vosso/Nosso Futuro é Agora” é o título da exposição do artista em Serralves e é “constituída por novas esculturas e instalações de grande escala que dialogarão com a organicidade do Parque de Serralves e a arquitetura do edifício do Museu projetado por Siza Vieira”, pode ler-se no site da instituição.
A mostra é comissariada por Philippe Vergne, Marta Almeida e Filipa Loureiro e organizada em parceria com o Estúdio Olafur Eliasson, a galeria neugerriemschneider (Berlim) e Tanya Bonakdar Gallery, (Nova Iorque/Los Angeles).
No Museu de Serralves, “O Vosso/Nosso Futuro É Agora” pode ser vista até 8 de março; já no Parque, ficará patente até 14 de junho de 2020.

Imagem: Olafur Eliasson, Yellow forest, 2017. Bétulas, luzes de frequência única Vista da instalação: Hamburger Bahnhof Museum, Berlin, 2017. Fotografia: David von Becker. Cortesia do artista; neugerriemschneider,⁠
Berlin; Tanya Bonakdar Gallery, New York/ Los Angeles © 2017 Olafur Eliasson

Museu de Serralves
Rua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto
Telf: 226 156 500
www.serralves.pt

PUB
lerlevanosmaislonge.pingodoce.pt/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240919-maislonge5&utm_campaign=lermaislonge

Viva! no Instagram. Siga-nos.