BPI

Investigadores portugueses criam sensor para vigiar aneurismas

Investigadores portugueses criam sensor para vigiar aneurismas

Segundo avançou a UMinho, trata-se de um “sensor inovador” que servirá de apoio às intervenções de reparação endo-vascular de aneurismas (EVAR), procedimento menos invasivo utilizado há 20 anos. O sensor será incorporado num “tubo” que é inserido nos doentes, conhecido como “stent graft”. Para os investigadores, a eficácia destas cirurgias sairá reforçada, sem custos relevantes.

Viva! no Instagram. Siga-nos.