BPI

Seu Jorge & Daniel Jobim cantam Tom Jobim, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

Seu Jorge & Daniel Jobim cantam Tom Jobim, Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota

Seu Jorge & Daniel Jobim cantam Tom Jobim
5 julho, 21h30, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

A obra de um dos artistas mais relevantes da música popular brasileira será interpretada por dois grandes músicos. Seu Jorge & Daniel Jobim emprestam os seus talentos e reproduzem parte da obra de António Carlos Jobim neste espetáculo ao vivo.
O repertório deste espetáculo terá as exaltações de Tom ao amor e ao Rio de Janeiro, as parcerias com Vinícius de Moraes e de tantos outros como a patente nas obras como “Corcovado”, “Garota de Ipanema”, “Luíza”, “Eu Sei Que Vou Te Amar”, “Lígia”, “A Felicidade”, entre muitos outros sucessos.
Seu Jorge sempre teve o desejo de interpretar a obra de Tom e viu a oportunidade surgir após o reencontro com Daniel Jobim.
“Antonio Carlos Jobim foi sem sombra de dúvidas um dos maiores compositores do mundo e um dos maiores heróis da música brasileira. Uma mente criadora com a preocupação de fazer uma música genuinamente brasileira com os seus belos acordes e poesia pura. As suas canções eternas, enchem o coração das pessoas de alegria, romantismo e esperança”, diz Seu Jorge.
Tom escreveu parte do histórico da cultura brasileira e deixou um extenso legado entre trilhas de obras cinematográficas, parcerias, contribuições, álbuns e participações.

Porto In The Night – Sinfónico
18 e 19 setembro, 21h30, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

O Concerto Sinfónico das manhãs da Comercial chega ao Porto.
Pela primeira vez na Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, dia 24 de abril, Vasco Palmeirim, Pedro Ribeiro, Vera Fernandes, Nuno Markl e Elsa Teixeira sobem ao palco com as músicas do programa de rádio mais ouvido do país e com a grandiosidade da Lisbon Film Orquestra!

Ana Carolina
26 setembro, 21h30, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

No ano em que comemora vinte anos de carreira fonográfica, Ana Carolina volta à estrada e dá início à digressão “Fogueira em Alto Mar”, a décima segunda de toda a sua carreira. Além de apresentar as músicas do novo álbum homónimo, a cantora, considerada uma das maiores intérpretes e compositoras brasileiras, promete espetáculos cheios de surpresas e, claro, uma retrospetiva pela sua carreira, repleta de vários sucessos.
“Fogueira em Alto Mar” traz a mistura do samba e pop, com a participação de uma banda formada por Thiago Anthony (teclado, programações, violão e pandeiro), Theo Silva (guitarra, violões e pandeiro), Marcos Maia (baixo, violões e pandeiro) e Leo Reis (bateria, pad eletrónico, pandeiro e violões).
Pensada como uma grande experiência visual, a digressão conta com cenografia de Camila Schimidt, vídeos de Roger Velloso e iluminação de Anna Turra. O conteúdo que inclui grafismos animados e projeção de cores sincronizadas às canções é projetado numa boca de cena formada por um ciclorama metalizado, painéis de persianas reguláveis com conjuntos de luz por trás e um piso reflexivo metalizado. A ideia é que o espaço possa oscilar do pop ao intimista trazendo vários moods atravéss da combinação de design de luz e videografia.

Os Quatro e Meia – Só Mais Um Instante
24 outubro, 22h, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

O tempo é o nosso bem mais precioso. Todos queremos tempo, todos precisamos de mais tempo, todos gostávamos que o tempo parasse. No entanto, mesmo quando o tempo se detém e colabora connosco, queremos “só mais um instante”. Esse instante representa a ideia de que podíamos sempre fazer algo mais com uns segundos, uns minutos, umas horas adicionais. Mas será que faríamos mais? Faríamos melhor? Faríamos, sequer, o que queríamos fazer?
“Só Mais Um Instante” é um espetáculo ímpar de uma banda de seis músicos que correm ao lado do tempo, respeitando o seu poder e tentando ganhar o seu respeito, mergulhando em momentos e emoldurando memórias.
Pela primeira vez no Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, Os Quatro e Meia regressam à cidade invicta após passagem pelo Festival MEO Marés Vivas (2019) e consecutivas enchentes no Coliseu do Porto (2018) e Casa da Música (2017 e 2016).
Neste concerto, integrado na digressão de apresentação do segundo álbum da banda, “O Tempo Vai Esperar”, não faltarão canções icónicas do disco de estreia, “Pontos nos Is”, como “P’rá Frente É Que É Lisboa”, “Minha Mãe Está Sempre Certa” ou “Baile de São Simão” que serão, certamente, cantadas em uníssono pelo público que tem acarinhado a banda, ao longo destes seis anos de um projeto que nasceu por acidente, cresceu por acaso e consolida-se de forma inusitada.
Num concerto cheio de vida e intensidade, “Só Mais Um Instante” promete ser muito mais do que apenas mais um instante em que “A Terra Gira” com indiferença.

Joss Stone
15 novembro, 21h30, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota

Joss Stone assumiu a emocionante missão de ser a primeira cantora a apresentar-se em todos os países registados pela ONU no mundo como parte de sua ‘Total World Tour’.
Joss já tocou em mais de 170 países para milhares de pessoas de todas as raças, religiões e origens.
O seu objetivo é aproximar as pessoas usando a linguagem universal da música e mostrar que nenhum país ou pessoa é mais importante que outro. Durante a turné, Joss colabora com um artista, músico ou banda local em cada país que visitar.
Não só para aprender com as tradições musicais desse país, como também criar material de vídeo que possa ser usado para partilhar e promover o incrível talento criativo e a cultura musical que existe em todos os países do mundo.
O concerto no Porto irá incluir uma variedade de músicas dos 12 anos de carreira, além de covers clássicos e a introdução de músicas gravadas recentemente. Cada concerto da Joss Stone é diferente, pois ela permite que cada espetáculo se transforme numa nova experiência musical, atendendo às necessidades, vontades e desejos do público.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.