Pingo Doce

Portugal registou número recorde de hóspedes em 2019

Portugal registou número recorde de hóspedes em 2019

O setor do turismo em Portugal continua em crescimento. Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que, no ano passado, o nosso país recebeu 27 milhões de hóspedes, mais 7,3% do que em 2018, tendo registado 69,9 milhões de dormidas. 

“No conjunto do ano de 2019 (dados preliminares) os estabelecimentos de alojamento turístico registaram 27,0 milhões de hóspedes e 69,9 milhões de dormidas, a que corresponderam aumentos anuais de 7,3% e 4,1%, respetivamente (+5,3% e +3,2% em 2018)”, indica o Instituto.

“O mercado interno contribuiu com 21,1 milhões de dormidas (+6,2%; +6,9% em 2018) e os mercados externos com 48,8 milhões de dormidas (+3,3%; +1,8% em 2018). Os proveitos totais aumentaram 7,3% e os de aposento 7,1% (+8,3% e +9,3% em 2018). O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) aumentou 2,0% para 49,4 euros (+3,8% em 2018). O rendimento médio por quarto ocupado (ADR) atingiu 88,7 euros, aumentando 1,9% (+0,8% em 2018)”, lê-se no comunicado do INE.

O principal mercado emissor, em 2019, foi o Reino Unido, representando 19,2% das dormidas de não residentes.

Ainda segundo os dados do INE, “no conjunto do ano de 2019, todas as regiões apresentaram aumentos nas dormidas, com exceção da RA Madeira (-3,7%). Sobressaiu o Norte (+9,7%), seguindo-se o Alentejo (+7,6%) e a RA Açores (+7,5%). O Algarve concentrou 30,0% das dormidas em 2019, seguindo-se a AM Lisboa (26,4%)”.

No conjunto do ano de 2019, Lisboa registou 13,8 milhões de dormidas (19,8% do total das dormidas registadas no país), um crescimento de 4,8%.

Em Albufeira foram registadas 8,5 milhões de dormidas em 2019 (12,2% do total), que se refletiram num aumento de 2,5%.

“As dormidas no município do Funchal (7,2% do total) diminuíram 4,1% em 2019, com o contributo dos mercados externos (-5,1%), dado que o mercado interno aumentou 5,6%”.

“O município do Porto (6,5% do total) apresentou um crescimento de 10,9% em 2019. O mercado interno cresceu 1,7% e os mercados externos aumentaram 13,0%. Em 2019, entre os municípios mais representativos no total nacional, Matosinhos sobressaiu com a maior quota de residentes (60,2%), seguindo-se Braga (51,8%)”, destaca ainda o INE.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.