Pingo Doce

Sérgio Conceição: “O mais importante é estar no primeiro lugar em maio”

Sérgio Conceição: “O mais importante é estar no primeiro lugar em maio”

Sérgio Conceição fez esta terça-feira a antevisão do encontro do FC Porto com o Marítimo, a contar para a nona jornada da I Liga, que se disputa, na Madeira, esta quarta-feira, 30 de outubro, às 18h45.

De acordo com o técnico portista, “as expectativas são de continuar no primeiro lugar”, o que passa “por uma vitória no jogo de amanhã”. “Sabemos que o Marítimo é uma equipa tradicionalmente difícil no seu estádio e temos de estar preparados para essas dificuldades, fazendo um jogo em que, no fim, possamos estar satisfeitos, sobretudo com o resultado, mas também com a exibição. O resultado e os três pontos são o mais importante. Já tive mais do que uma abordagem aos jogadores sobre o Marítimo e sobre as dificuldades que vamos encontrar. Independentemente do estado anímico das equipas e da posição na tabela, os jogadores transcendem-se contra os grandes. Espera-nos um Marítimo difícil, à imagem dos últimos anos. Enquanto treinador do FC Porto, vencemos os dois jogos lá, mas foram jogos muito complicados. Esperam-nos dificuldades e cabe-nos ter determinação e ambição para manter o primeiro lugar”, afirmou, segundo nota publicada no site oficial do clube.

“Os nossos princípios defensivos e ofensivos não mudam de um dia para o outro, mas há nuances diferentes. Somos uma equipa pressionante e, ao contrário do que dizem, não atacamos a baliza adversária de forma cega ou de qualquer maneira. Sabemos o que fazemos e o que trabalhamos. Não é por mudar um jogador que se muda tudo. São nuances que são trabalhadas e depois podem resultar ou não.”

Em relação a Fábio Silva, Sérgio Conceição frisou que a sua “forma de liderar o balneário é igual para todos os jogadores, tenha 17 ou 35 anos” e que “o importante é a competência”. “Temos de ter atenção a alguns pormenores e temos de perceber que todo este mediatismo se resume ao momento. Estamos preparados para aquilo que é a evolução e a maturação normal de um jogador de 17 anos, mas a base familiar também é importante. Nesse sentido, não haverá problema pois ele tem tudo isso e tem qualidade para se afirmar no FC Porto num futuro próximo. Aqui não há meninos, há homens e profissionais no balneário que têm de lutar pelo seu lugar na equipa”, frisou.

Já no que respeita à liderança, destacou que “o mais importante é estar no primeiro lugar em maio”. “Agora, sinceramente, a liderança não tem peso em nenhum jogo. Temos sempre a pressão de ganhar”, completou.

Recorde-se que o FC Porto é líder da Liga NOS, com os mesmos 21 pontos que o Benfica, enquanto o Marítimo segue na 11.ª posição, com nove.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/livro-de-receitas-pingo-doce/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=281119-ta5&utm_campaign=livrodereceitas

Viva! no Instagram. Siga-nos.