Pingo Doce

Sete alimentos que combatem a depressão e a ansiedade

Sete alimentos que combatem a depressão e a ansiedade

Ricos em nutrientes, estes alimentos garantem bem-estar e ajudam a combater doenças do foro mental.

Segundo dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, valor com tendência a aumentar, tratando-se assim da nova “epidemia do século XXI”.

Num episódio depressivo a pessoa pode sentir-se sem energia, com o humor afetado, sem interesse e sem vontade de fazer tarefas comuns do dia a dia, além dos sintomas físicos como dores de cabeça e dores de estômago.

O cérebro humano produz substâncias conhecidas por neurotransmissores que controlam inúmeras funções cerebrais. Um destes neurotransmissores, a serotonina, é capaz de dar ao cérebro a sensação de bem-estar, regulando o humor e contribuindo também para a sensação de saciedade.

Alimentação e a produção de serotonina

A alimentação pode ajudar a produzir mais serotonina, aumentando o bom humor e ajudando no combate da depressão, entretanto, é de salientar que estar não substitui o tratamento da doença, com a intervenção de fármacos e terapia.

Para a produção cerebral da serotonina há a necessidade de consumo de “matérias primas” (chamadas de cofatores) fundamentais para a sua síntese, como por exemplo: triptofano (aminoácido), magnésio, cálcio (minerais), vitamina B6, ácido fólico (vitaminas).

A seguir, conheça alguns alimentos que melhoraram o humor e podem ser um auxílio para aliviar os sintomas da depressão e ansiedade:

1.Leite e iogurte desnatado

São ótimas fontes de cálcio, mineral que atenua o stress e depressão. “O cálcio ajuda a reduzir e a controlar o nervosismo e a irritabilidade. Participa também das contrações musculares, dos batimentos cardíacos e da transmissão de impulsos nervosos e regulariza a pressão arterial”, explica a nutricionista Abykeyla Tosatti. É recomendado o consumo de duas a três porções por dia.

2.Laranja e maçã

Estas frutas fornecem ácido fólico, cujo consumo está associado a uma menor prevalência de sintomas depressivos. Além disso, por ser rica em vitamina C, a laranja promove o melhor funcionamento do sistema nervoso, garante energia, ajuda a combater o stress e previne a fadiga.

3.Nozes e amêndoas

Estes frutos secos são ricos em selénio, um poderoso agente antioxidante e colaboram para a melhoria dos sintomas de depressão, auxiliando na redução do stress. Recomenda-se o consumo de cinco unidades de nozes ou de 10 a 12 unidades de amêndoas.

4.Ovos

São uma boa fonte de tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), que colaboram com o bom humor. Recomenda-se a ingestão de um ovo por dia.

5.Mel

Este alimento estimula a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Para usufruir dos benefícios, duas colheres de sobremesa, ao dia, são suficientes.

6.Banana

A banana é rica em hidratos de carbono, potássio e magnésio. Também é fonte de vitamina B6, que produz energia. Esta fruta diminui a ansiedade e ajuda a ter um sono tranquilo.

7.Aveia e centeio

Os dois são ricos em vitaminas do complexo B e vitamina E. Estes melhoram o funcionamento do intestino, combatem a ansiedade e a depressão.

(Notícias ao Minuto)

PUB
lerlevanosmaislonge.pingodoce.pt/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240919-maislonge5&utm_campaign=lermaislonge

Viva! no Instagram. Siga-nos.