BPI

Sugestões 7 dias

Sugestões 7 dias

Há uma vasta e gulosa lista de sugestões à sua espera. Por isso, não espere mais. Devore-as agora e divirta-se o mais que puder!

Destaques
Inaugurações Simultâneas de Miguel Bombarda

O sexto e último ciclo em 2019 de inaugurações no Quarteirão de Miguel Bombarda está marcado para este sábado, dia 9 de novembro.
Pela última vez este ano, as galerias do Quarteirão de Miguel Bombarda abrem as portas para as Inaugurações Simultâneas de exposições de arte contemporânea, onde, entre as 16h00 e as 20h00, 16 espaços do “Bairro das Artes” portuense vão dar a conhecer novas obras.
Como já é habitual, haverá, também, duas visitas guiadas – 16h00 e 17h30 – pelas galerias do quarteirão para o público ficar a saber mais sobre as exposições. A participação é gratuita, mas requer inscrição prévia para stopandgo@portolazer.pt.
(Foto de entrada: Facebook Inaugurações Simultâneas de Miguel Bombarda / Porto Art District)

conversas_sob_estrelas

“Conversas sob as estrelas” regressam este domingo
O ciclo “Conversas sob as estrelas” regressa este domingo, 10 de novembro, para mais uma sessão. Sob o tema “No cemitério paroquial de Leça do Balio”, a conversa, agendada para as 18h00, no Auditório da junta de freguesia de Leça do Balio, vai contar com um dos maiores especialistas mundiais de arte e simbologia cemiterial, o historiador Francisco Queiroz, que vai descodificar alguns dos segredos e histórias deste cemitério.
Recorde-se que este ciclo de palestras e visitas sobre a História e o Património do território conta com a participação de investigadores e especialistas de diferentes áreas, em conversas moderadas pelo historiador Joel Cleto, e realiza-se sempre ao domingo, em sítios improváveis, percorrendo lugares, por vezes, inusitados.
A participação no evento é gratuita, mas carece de inscrição prévia que pode ser feita através do e-mail gmah@cm-matosinhos.pt.

Palheta Bendita regressa a Santo Tirso
Música, dança, oficinas, palestras e um magusto. São estas as propostas da 13.ª edição da Palheta Bendita, que decorre de 8 a 10 de novembro, em vários locais da cidade de Santo Tirso. O evento arranca com a música tradicional da Galiza, mais concretamente com o concerto de Óscar Fernández e Sérgio Cobos, agendado para esta sexta-feira, dia 8, às 21h30, no antigo Quartel dos Bombeiros Voluntários.
No sábado, entre as 14h30 e as 18h00, têm lugar, na Fábrica de Santo Thyrso, as oficinas de instrumentos: “Afinação de Gaita de Fole”, “Tocata Popular”, “Sanfona”, “Danças Galegas”, “Pequenas Percussões” e “Construção de Instrumentos”. A participação nas oficinas está sujeita a inscrição que deve ser feita através do email palheta.bendita@gmail.com.
À noite, o destaque vai para o projeto OMIRI, que mistura num só espetáculo práticas musicais já esquecidas, tornando-as permeáveis e acessíveis à cultura dos nossos dias, num concerto na Fábrica de Santo Thyrso às 22h00. Segue-se um baile improvisado e jam session na Associação Amigos do Sanguinhedo.
Na tarde de domingo, a partir das 15h00, assam-se as castanhas e prova-se o vinho na Fábrica de Santo Thyrso, no magusto municipal cuja animação vai contar com o Grupo Folclórico Infantil e Juvenil da Ermida e do projeto Comvinha Tradicional & Coreto.
De referir que a Feira de Construtores e Instrumentos decorre, no mesmo local, entre as 14h00 e as 23h00 de sábado e no domingo, entre as 14h00 e as 18h00.

Outras atividades
InvictaCon 2019

A 13ª edição da InvictaCon realiza-se nos dias 8, 9 e 10 de novembro, na Sala D’Ouro do Pavilhão Multiusos de Gondomar. Diversão, interação social e treino de competências são características comuns à maioria dos mais de 300 jogos que vão estar disponíveis.
As portas fecham às 02h00 na sexta-feira. No sábado abrem às 10h00 e fecham à mesma hora, enquanto no domingo o evento se prolonga apenas até às 20h00. A entrada é livre.

Dias com Energia
O programa municipal Dias com Energia realiza-se, ao sábado, no Pavilhão Municipal Fontes Pereira de Melo, contemplando aulas de pilates (9h00), ioga (10h00) e tai chi (11h00). A participação nas aulas é livre, aberta a todas as idades e níveis de experiência. É aconselhável trazer roupa e calçado confortável, bem como o uso de um colchão desportivo pessoal. O projeto desportivo Dias com Energia visa promover a prática de exercício físico e a adoção de um estilo de vida saudável.

O Mundo Mágico do Natal

Sábados no Mercado | Oficina “Vai um Bilhó?”
Bilhó é uma palavra peculiar oriunda de Trás-os-Montes que significa castanha assada. Na oficina criativa de 9 de novembro, agendada para as 15h00, entre escrita e desenho coletivo, será possível descobrir histórias e segredos deste fruto tão especial.

Fashion Day Portugal SS20
Um Objeto e Seus Discursos por Semana
Concerto Falado de Katia Guerreiro na Livraria Lello
Festeatro Gaia
CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação

Dar Letra à Música
Na quinta-feira, dia 14 de novembro, o palco do Museu FC Porto recebe, pelas 21h30, um dos iconográficos talentos da música nacional: o guitarrista e compositor João Gil, que vai revisitar, em conversa e através de canções, os 40 anos de carreira. A sessão será também um “passeio pelas memórias musicais portuguesas ao longo das décadas mais recentes, porque o convidado é de peso e tem uma marca incontornável na história artística do país”, refere a organização do evento.
Recorde-se que João Gil faz parte da identidade de referências tão marcantes como Trovante, Ala dos Namorados, Rio Grande ou Cabeças no Ar, sem esquecer projetos como Filarmónica Gil, Baile Popular ou Tais Quais. É também autor de canções como “125 Azul”, “Perdidamente”, “Timor”, “Solta-se o beijo”, “Postal dos Correios” ou “Saudade”. Os bilhetes estão à venda no balcão do Museu e em ticketline.sapo.pt.

Peter Pan no Gelo

Concertos
Mozart e Beethoven

Leopold Hager é um lendário maestro austríaco e também o Maestro Emérito da Orquestra Sinfónica Casa da Música, à qual regressa para dirigir repertório da sua especialidade: o Classicismo vienense. São duas obras contrastantes de Mozart que abrem o concerto. Primeiro, o brilho e a fogosidade de uma sinfonia dos seus primeiros anos em Viena, a Sinfonia “Haffner”, que termina com a transformação de um célebre número cómico da ópera O Rapto do Serralho num virtuoso andamento orquestral. Depois, o claro-escuro de um moteto escrito para o grande castrato Venanzio Rauzzini – Exsultate Jubilate transmite com genialidade a dramaturgia do texto religioso, alternando melodias inspiradas com coloraturas virtuosas que serão aqui interpretadas pela soprano israelita Chen Reiss. O programa termina com a Primeira Sinfonia de Beethoven, a mais clássica das nove e aquela em que o compositor mais claramente se afirma como herdeiro do Classicismo, embora deixando já sobressair alguns traços da sua linguagem revolucionária.
Local: Casa da Música
Data: 8 de novembro
Hora: 21h30

Sam the Kid
Sam The Kid está de volta, dez anos depois, aos concertos em nome próprio. Samuel Mira entrará em palco ao lado da sua banda de sempre, os Orelha Negra (Fred Ferreira, Francisco Rebelo, João Gomes e DJ Cruzfader) e também com uma Orquestra de 24 elementos dirigida pelo maestro Pedro Moreira para dois concertos únicos e irrepetíveis. Sam The Kid não é só “Entre(tanto)”, “Sobre(tudo)”, “Beats Vol1: Amor”, “Pratica(mente)” ou “Mechelas”. É uma das mais influentes vozes da música nacional, é “TV Chelas”, é “Três Pancadas”, é um dos mais competentes e apreciados produtores do nosso país, é “Orelha Negra”, é “Crime do Padre Amaro” ou “Classe Crua”. É fundamentalmente “Hip Hop Tuga”, entre outras tantas coisas, nas mais diversas áreas em que Sam The Kid deixou o seu toque de midas.
Local: Coliseu Porto Ageas
Data: 8 de novembro
Hora: 22h00

40 anos de Cultura pela Liberdade
Assinalando o seu quadragésimo aniversário, UPP-Universidade Popular do Porto promove um concerto comemorativo de 40 anos de Cultura pela Liberdade com a participação dos seguintes agrupamentos: Música com Paredes de Vidro (Obras Colectivas e Revolucionárias do Mundo), Grupos Corais da UPP e Vox Populi (Dirigidos por Pedro Marques), Quintetango (Tango Nuevo de Astor Piazzola) e Coral de Letras da Universidade do Porto (Dirigido por José Luís Borges Coelho – Canções Heróicas de Fernando Lopes-Graça).
Local: Casa da Música
Data: 9 de novembro
Hora: 18h00

Katia Veekmans
Djavan
Um dos mais importantes representantes da música popular brasileira, Djavan regressa a Portugal para apresentar o novo trabalho “Vesúvio”.
Local: Coliseu Porto Ageas
Data: 9 de novembro
Hora: 22h00

A Arte da Fuga | Remix Ensemble & Barrroca
Bach não determinou a instrumentação da sua Arte da Fuga, o brilhante testamento que faz culminar séculos de contraponto e a vida criativa do próprio compositor. Mas não imaginava a desconstrução de que seria alvo pelas mãos do seu compatriota Johannes Schöllhorn, dois séculos e meio mais tarde. O resultado, ora luminoso ora sombrio, mágico ou desconcertante, é um olhar completamente novo sobre uma obra-chave da história. Neste concerto em que dois agrupamentos residentes da Casa da Música estão em palco em simultâneo, ganha especial relevo a possibilidade de se ouvir a versão de Schöllhorn comparando-a com uma outra interpretação, mais fiel ao espírito do seu tempo original, pela Orquestra Barroca Casa da Música.
Local: Casa da Música
Data: 10 de novembro
Hora: 18h00

Dazaranha
Uma banda Manezinha, com 27 anos de estrada e muita história para contar. O Dazaranha traduz em suas letras as histórias místicas de Floripa, com todo o jeito do manezinho e muito balanço catarinense. Em 2019, o Daza, como é popularmente chamado pelo fãs, lança o seu álbum Catarina, uma homenagem para o Estado onde a banda nasceu e para todas as mulheres catarinenses. O encarte do novo álbum é assinado pelo também catarinense Thiago Valdi, conhecido mundialmente por retratar suas obras nos muros das cidades. Para compor seus trabalhos, Valdi busca inspirações em sua própria história e foi assim que compreendeu a força e a influência que o mar tem sobre sua vida. Nas obras, os tons de azul, a representação de temas marinhos e de rostos femininos irão compor o álbum. Catarina foi produzido por Carlos Trilha, no estúdio Paravox, no Rio de Janeiro e conta ainda com a participação de Lenine e Digão, do Raimundos. A tour em Portugal é a primeira turnê internacional da banda.
Local: Casa da Música
Data: 10 de novembro
Hora: 21h00

Virtuosismo Impossível | Barrroca & Remix Ensemble
O concertino da Orquestra Barroca, Huw Daniel, volta a assumir a direcção do agrupamento num concerto que atravessa várias geografias do período Barroco: Itália, Inglaterra, Alemanha e Países Baixos. O programa inclui obras concertantes que exploram a ideia de virtuosismo neste período histórico. Impossível de todo é o virtuosismo exigido pelo compositor americano Conlon Nancarrow nos seus Estudos. Pudera, não foram escritos para intérpretes humanos mas sim para pianola, um piano mecânico muito popular no início do século XX e que tocava por si só lendo um rolo de papel perfurado. O pianista Yvar Mikhashoff adaptou vários desses estudos para serem tocados por músicos reais, em ensemble, trazendo estas obras desafiantes para a sala de concertos.
Local: Casa da Música
Data: 12 de novembro
Hora: 19h30

Beatrice Rana
Com apenas 25 anos, a pianista italiana Beatrice Rana é artista exclusiva da Warner e premiada nos concursos de Montréal e Van Cliburn. Após o sucesso conquistado no seu recital de estreia na Casa da Música, em que interpretou as Variações Goldberg de Bach, regressa ao Ciclo de Piano com um programa verdadeiramente desafiante. Para além dos estudos de Chopin, um marco do repertório pianístico que representa a reinvenção desta forma levada a cabo pelo compositor polaco, o recital apresenta a personagem Petruchka, do incontornável bailado de Stravinski, o Polichinelo de teatro de marionetas russo numa obra verdadeiramente endiabrada. Uma noite preenchida por obras geniais que ficaram na história.
Local: Casa da Música
Data: 13 de novembro
Hora: 21h00

João Canedo | Super Bock Unlock
Guitarrista e compositor, João Canedo apresenta o seu quinto álbum de originais, primeiro de estúdio, intitulado Gasta Essa Esperança, com uma sonoridade limpa e clara ainda e sempre influenciada pela música tradicional. A forma peculiar como Canedo toca guitarra, fruto de uma aprendizagem autodiacta, é uma marca distintiva da sua musicalidade, vertida em canções de forte pendor emocional.
Local: Casa da Música
Data: 13 de novembro
Hora: 21h30

Hristo Goleminov & Miguel Meirinhos | Super Bock Unlock
Cruzando influências da música erudita e do jazz, este duo apresenta uma proposta que mantém o lirismo da tradição jazzística ao mesmo tempo que experimenta sonoridades contemporâneas dos mais diversos quadrantes. Vários anos de colaboração noutros projectos e uma enorme partilha musical resultam numa performance orgânica, intimista e de evidente natureza simbiótica.
Local: Casa da Música
Data: 14 de novembro
Hora: 22h00

Pedro Abrunhosa & Comité Caviar
Pedro Abrunhosa entrou em 2019 com um concerto histórico na Avenida dos Aliados para mais de 200.000 pessoas. A digressão de apresentação de “Espiritual”, o mais recente disco do artista, que atingiu o Galardão de Ouro e entrou directamente para o nº. 1 do Top Nacional de Vendas, já está a percorrer o país com vários concertos esgotados.
Local: Coliseu Porto Ageas
Data: 15 e 16 de novembro
Hora: 21h30

Exposições
Variações de um Triângulo e Outros Temas

“Alberto D’Assumpção importa dizê-lo, é filho do enigmático pintor Manuel D’Assumpção, percursor da corrente surrealista em Portugal e referência incontornável da mesma. Partindo do Expressionismo Arquetípico que pressupõe um autoconhecimento, uma construção interior baseada no mito, na alegoria e no simbolismo utilizadas por Alberto D’Assumpção, aí estão a circunferência, a esfera, o esquadro e o compasso, entre outras formas. Para ele a Luz e o Espaço realizam-se em Harmonia. Da harmonia celeste à harmonia terrena, porém a passagem é sempre estreita. Por detrás das formas e dos símbolos na abertura subtil de uma porta ilumina-se um caminho. Não se veem labirintos, tudo é claro para quem Vê. A Ética em que se funda a sua construção interior não lho permite. O movimento é constante, de planos que se projetam e de formas em rotação ou translação, nessa massa imensa de um Universo em expansão, síncrono, numa conjunção musical e mística.
Geómetra da pintura revela-se no lado lúdico da sua cor uma característica singular da sua expressão plástica, nela implicando o que sente com a intensidade do que nos pretende transmitir (…)”.
Local: Galeria Vieira Portuense
Data: De 9 de novembro a 7 de dezembro
Hora: Inauguração às 16h00. Pode ser visitada à segunda-feira das 14h00 às 19h00 e de terça-feira a sábado das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 19h00.

Pontes de Luz
Joma Sipe é um artista plástico, formado em Engenharia, apaixonado pela cidade do Porto e pela obra de Helena Petrovna Blavatsky, fundadora da Sociedade Teosófica.
Referência internacional (EUA, Inglaterra, França, Eslovénia, India, Brasil, Coreia do Sul e Chile), Joma Sipe dá agora a conhecer, na cidade do Porto, Graal, a sua maior mostra de trabalhos de sempre (3 pisos de 100 m2 cada).
Os traços finos, dourados e prateados, bem como os magníficos cristais que iluminam o seu trabalho, conferem um sentido estético particular que não deixa ninguém indiferente à sua obra.
A inauguração será marcada por um Concerto de Taças de Cristal e Alquímicas magnificamente tocadas por Júlia Brimbela.
Local: Galeria O Oriente no Porto
Data: De 9 de novembro a 6 de dezembro

Este Mundo espantoso, inquieto e maravilhoso
É a primeira vez que estas fotografias estão reunidas numa exposição. As imagens resultam de uma seleção entre vários trabalhos de Alexey Belyanchev, um conhecido fotojornalista moscovita. O autor teve oportunidade de se encontrar com líderes de diversos países, estrelas mundiais dos negócios, da cultura e do desporto. Trabalhou em zonas de conflito militares tais como Palestina, Jugoslávia, Kosovo, Chechénia. Fez parte do pool de imprensa do primeiro Presidente da Rússia, Boris Yeltsin. Foi testemunha do encontro histórico entre o Papa Francisco e o Patriarca da Rússia, Kyrill. Algumas das fotografias expostas serão incluídas no primeiro álbum que o autor vai publicar, com o título “Ou assim…”
Local: Centro Português de Fotografia
Data: Até 24 de novembro
Hora: De terça a sexta-feira das 10h00 às 18h00. Sábado e domingo das 15h00 às 19h00.

Amálio Maia – O imaginário e a sua obra
A exposição de painéis com imagens de estudos feitos pela mão do imaginário Amálio Maia, pretende dar a conhecer uma parte da obra nunca antes vista do escultor maiato. A arte de esculpir nasceu graças ao seu pai, santeiro de profissão, que se mudou para a cidadela onde, junto à casa de habitação da família, construiu a sua oficina. Desde cedo, o artista destacou-se nesta arte, devido ao modo como trabalhava os rostos das imagens e a sua criatividade.
Local: Centro Comercial Maia Jardim
Data: Até 30 de novembro
Hora: Todos os dias das 9h00 às 23h00

Henri Cartier-Bresson: Retratos
A exposição “Henri Cartier-Bresson: Retratos” reúne 121 trabalhos do fotógrafo francês, realizados ao longo de 70 anos, e que junta personalidades marcantes da sociedade e indivíduos anónimos. Os retratos de Marilyn Monroe, Coco Chanel, Pablo Picasso, Simone de Beauvoir, Robert Kennedy ou Martin Luther King são alguns dos que integram a exposição que tem curadoria de Aude Raimbault e chega pela primeira vez a Portugal.
Também a cantora Edith Piaf, o cineasta John Huston, o poeta Ezra Pound, o pintor Henri Matisse, o psiquiatra Carl Gustav Jung, o artista plástico Alberto Giacometti, o compositor Igor Stravinsky, a pensadora Susan Sontag, o dramaturgo Arthur Miller, o guerrilheiro Ernesto “Che” Guevara, os fotógrafos Alfred Stieglitz e Robert Doisneau ou os escritores William Faulkner, Albert Camus, Jean Paul-Sartre, Truman Capote e Samuel Beckett posaram para a máquina fotográfica de Cartier-Bresson. (Foto: Martin Luther King, Atlanta, United-States, 1961 © Fondation Henri Cartier-Bresson / Magnum Photos)
Local: Alfândega do Porto
Data: Até 12 de abril de 2020

Mercados
Mercadinho Português

O evento conta com produtos artesanais, artes decorativas, produtos gourmet, artes manuais, produtos regionais e peças de autor. Nos três dias, os visitantes poderão conhecer novas marcas de artesões locais, bem como encontrar um espaço de lazer, onde se procura criar um ambiente em que participantes e visitantes possam conviver e partilhar experiências.
Local: Centro Comercial de Valongo
Data: 8, 9 e 10 de novembro

Mercado Porto Belo
Baseado no famoso Portobello londrino, o Mercado Porto Belo reúne discos de vinil, ilustrações, cadernos e livros, cosméticos naturais, bijutaria, mel e massa fresca, chás e ervas aromáticas, cerâmicas, brinquedos de madeira ou artigos de decoração. A entrada é livre.
Local: Praça de Carlos Alberto
Data: 9 de novembro
Hora: Entre as 10h00 e as 18h00


Abelha | Mercado de Arte
O Abelha está de volta para a sua oitava edição. Com o objetivo de promover o trabalho dos artistas e o amor crescente pela arte na cidade do Porto, a HIVE organiza este mercado, onde encontrará ilustração, pintura, cerâmica, fotografia, entre outros, vindo das mãos e imaginação “das nossas Abelhas”.
Local: Centro Comercial de Cedofeita
Data: 9 de novembro
Hora: Entre as 14h00 e as 20h00

Teatro
Could Be Worse: The Musical

Saudemos a estreia no palco do São João de uma criação do Cão Solteiro, plataforma de artistas que desenvolve projetos de teatro desde 1997. O coletivo estabeleceu desde então um processo de trabalho suportado pela construção de imagens, ao qual é inerente a transferência de códigos entre disciplinas artísticas. Could Be Worse: The Musical é o mais recente capítulo de uma parceria com o cineasta André Godinho, na qual vêm explorando pontos de interseção do cinema com o teatro. No centro dessa pesquisa encontramos uma interrogação de Susan Sontag em “Film and Theatre” – “Existe alguma coisa genuinamente cinematográfica?” –, pergunta a que eles contrapõem outra pergunta: “E, nesse caso, existe alguma coisa genuinamente teatral?” As peças entretanto produzidas exploram diversos pressupostos do cinema e do teatro, desde a relação entre as imagens e a narrativa (3, 2007), passando pela exposição dos mecanismos de construção, desafiando o lugar do espectador (Play The Film, 2011), à reflexão sobre a continuidade de lugar, sequência e montagem (We’re Gonna Be Alright, 2017, construído a partir dos efeitos especiais usados nos blockbusters). Em Could Be Worse, com a cumplicidade da música de PZ e de Rodrigo Vaiapraia, abordam um dos géneros mais amados do cinema clássico norte-americano: o Musical. Não podia ser melhor.
Local: Teatro Nacional São João
Data: 8, 9 e 10 de novembro
Hora: Sexta-feira às 21h00, sábado às 19h00 e domingo às 16h00

A Menina do Mar
Um dos títulos mais amados de Sophia de Mello Breyner Andresen transforma-se em conto musical, com atores e músicos a percorrer a história de uma menina que vive no mar – curiosa pela vida em terra –, de um menino que vive em terra – curioso pela vida no mar – e do encontro improvável entre estes dois mundos… Não faltarão nesta fantasia um simpático golfinho clarinetista, um desconfiado caranguejo saxofonista, um misterioso polvo fagotista e tantos outros seres fantásticos, reunidos sob o olhar grave do contrabaixista, o Rei do Mar… Será possível chegar a um acordo para que vivam todos em harmonia?
Local: Teatro Municipal Campo Alegre
Data: 9 de novembro
Hora: 16h00

O Elixir do Amor
O Elixir do Amor é, porventura, a ópera mais famosa e de maior sucesso de Donizetti. Rica de melodias inspiradas (lembremo-nos de Una furtiva lagrima), de cenas cómicas (a famosa cena da embriaguez de Nemorino) de personagens caricatos (o vaidoso Belcore e o exuberante Dulcamara), O Elixir do Amor faz uma união perfeita entre o requinte do belcanto e a melhor teatralidade da ópera buffa do século XIX italiano. A história é curiosa: Nemorino está perdidamente apaixonado pela sua patroa, Adina. Adina é caprichosa e bela; Nemorino é um simples camponês. Adina tem uma vantagem enorme sobre Nemorino: é letrada. É, inclusive, capaz de ler! Tudo aponta para um caso perdido, para o pobre Nemorino.
Local: Teatro Municipal de Matosinhos- Constantino Nery
Data: 9 de novembro
Hora: 21h30


Pedro Teixeira da Mota | Caramel Macchiato
Depois de desbloquear o Impasse em que se encontrava, Pedro Teixeira da Mota está agora confortavelmente num café, com amigos, a contar-lhes o que se tem passado na sua vida. Caramel Macchiato é um relato real de novas experiências, viagens e das decisões que marcam a vida do humorista.
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: 11 e 12 de novembro
Hora: 22h00

Hugo Sousa | Fora do Contexto
Toda a gente se depara com situações caricatas, mal-entendidos e embaraços, muitas vezes porque alguém está Fora do Contexto…
Depois do sucesso de Maturado, este é o mais recente espetáculo de stand-up comedy a solo de Hugo Sousa.
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: 13 de novembro
Hora: 22h00

Vidas Íntimas
Jorge Silva Melo e os Artistas Unidos abrem-nos uma inesperada janela sobre o sofisticado e genial Noël Coward (1899-1973), um dos autores mais representados no mundo anglo-saxónico durante os anos 1920-30. O dramaturgo britânico foi depois negligenciado e mais tarde “recuperado” (Harold Pinter, em gesto de homenagem, encenou-lhe uma peça no National Theatre em 1976), sendo hoje de uma inatualidade insolente. Vidas Íntimas (1930) é uma daquelas peças a que associamos um cortejo de adjetivos e proezas. Senão vejamos: escrita em apenas três dias, foi o seu mais duradouro sucesso de crítica e bilheteira, o exemplo mais eloquente da sua arte. É uma peça sobre o brilho e a opacidade da linguagem, sobre as alegrias e os malefícios do casamento e do divórcio, sobre casais que não são felizes juntos nem separados, sobre as luzes que se apagam quando acaba o champanhe. A épica leveza de Coward não deverá nunca confundir-se com ligeireza, a sua frivolidade é inquietante. Philip Hoare, um dos seus biógrafos, notou que “apesar de todo o brilhantismo cómico, Coward pode ter sido um dos maiores trágicos da sua época”. Vidas Íntimas, defende, é um “divertimento sombrio”. E acrescenta: “Faz-nos rir tanto que nos esquecemos de chorar.”
Local: Teatro Nacional São João
Data: De 14 de novembro a 1 de dezembro
Hora: Quarta-feira às 19h00, quinta e sexta-feira às 21h00, sábado às 19h00 e domingo às 16h00

Philippe Quesne | Crash Park, la vie d’une ile
Um acidente de avião numa ilha deserta pode tornar-se uma metáfora para o presente, uma visão de futuro próximo, um recomeço para (quase) tudo, ou um bom início para uma história. Em “Crash Park, la vie d’une île”, Philippe Quesne constrói uma fábula para a natureza humana, em constante processo de tentativa e erro. O encenador, artista visual e cenógrafo inventa uma ilha, uma fauna e flora improvisadas, onde umas palmeiras, certas espécies animais (como sereias fantásticas e répteis gigantes) e um vulcão coabitam pacificamente, até serem ocupados por sobreviventes de um desastre. Inspirada no drama épico, com momentos cantados e melodias ao piano, o enredo criado para a vida na ilha faz uma incursão à la Robinson Crusoé para que o destino das personagens recém-chegadas se desenlace. Entre o universo pós-apocalíptico e o parque de diversões, é mesmo a ilha que ocupa o papel principal, com todos os simbolismos que suscita, de Homero a Shakespeare, de Júlio Verne a Gilles Deleuze, cenário idílico de utopias, de descobertas, de abandonos… O humor refinado de Quesne neste trabalho coloca o espetador nesse lugar onde a imaginação começa e a salvação acaba.
Local: Teatro Municipal Rivoli
Data: 15 e 16 de novembro
Hora: Sexta-feira às 21h00 e sábado às 19h00

Auto e Para o Baile!
“Auto e Para o Baile”, de inspiração vicentina, é uma produção criativa coletiva dos Camaleões d’Alma – Grupo de Teatro.
DE forma hilariante, satiriza a sociedade moderna e lança o mote ao público: para o SPA ou para as Brasas?
Local: Auditório Municipal de Vila do Conde
Data: 15 de novembro
Hora: 21h30

Como Todos Fazem | Rui Cruz
Depois de ter estado irritado em “Cego, Surdo, Mudo” e deprimido em “Homem Branco Privilegiado”, Rui Cruz está, agora, farto. Farto de tentar ser diferente, original ou profetizar desgraças. Agora quer apenas fazer o que todos fazem e ganhar muito dinheiro a ser igual aos outros. Dizem que resulta e ele tem um gato para alimentar. “Como todos fazem” é um espectáculo de stand up comedy igual a todos os outros, com todos os clichés, como bem se quer numa sociedade que apregoa a diferença, mas só valoriza o “mais do mesmo”. Ou isso, ou é uma ode ao cinismo, à ironia e uma sátira à sociedade e à comédia atual. Ginásios, ter ou não ter filhos, fotos de infância e todas essas coisas extremamente divertidas são o ponto de partida para uma noite… bom… igual a todas as outras. Ou não. Vocês depois o dirão.
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: 16 de novembro
Hora: 22h00

Mais Novos

A Bruxa Arreganhadentes
Um teatro infantil do grupo “O Som do Algodão”.
Local: Tasty District
Data: 9 de novembro
Hora: 17h30

Musa | Primeiras Oficinas
A vida e a obra de Sophia de Mello Breyner inspiram este convite a descobrir a música que todos trazemos dentro de nós. Como uma folha em branco dirige as palavras ao poema, jogamos o som das coisas para aprendermos a nadar no mar do silêncio. Musa é a Sophia, é cada um de nós e são todas as coisas que nos invadem o corpo: os campos verdes, o mar, a cidade, o tempo.
Local: Casa da Música
Data: 10 de novembro
Hora: 10h30, 11h45 e 15h00

Dominguinhos | Hora do Conto: Guisado de dragão
Uma história sobre uns amigos vikings aventureiros! Eles andavam à procura de uma nova aventura; uma em que nunca tivessem entrado, o que para cinco destemidos vikings era algo difícil de encontrar. Lembraram-se então de ir caçar um Dragão. Iam atá-lo à carroça, levá-lo para casa, aquecer o caldeirão e fazer com ele um belo guisado! Mas quando finalmente o encontraram, esperava-os uma grande surpresa.
Local: Mar Shopping Matosinhos
Data: 10 de novembro
Hora: Entre as 11h00 e as 12h30

Teatro com Dragõezinhos | A Cozinha da Avó
Os cheirinhos bons, os utensílios e os ingredientes da Cozinha da Avó despertam o interesse de Paulinha e Sofia. A imaginação das duas amigas ganha asas e, com a ajuda dos bebés e das crianças, elas vão deitar as mãos à massa e experimentarem divertidas tarefas.
Local: Terra do Dragão (Serviço Educativo)
Data: 10 de novembro
Hora: 11h00

Cinekids: Sessão Cinema Infantil
As sessões kids são destinadas a crianças dos três aos 12 anos, que deverão estar acompanhados de, pelo menos, um adulto. Os interessados, que poderão utilizar um voucher por semana, devem realizar a reserva dos bilhetes com antecedência, através do formulário no site do Mira Maia Shopping. Com entrada gratuita, o programa terá, este domingo, em exibição o filme “Uma aventura de outro Mundo”.
Local: Mira Maia Shopping
Data: 10 de novembro
Hora: 11h00

Cinema
Estreias
Luz da Minha Vida

Título original: Light Of My Life
De: Casey Affleck
Com: Anna Pniowsky, Casey Affleck, Tom Bower
Género: Drama
Classificação: M14
Outros dados: 120 minutos
Num cenário distópico, após uma pandemia que matou quase todas as mulheres do mundo, pai e filha sobrevivem como podem em cidades americanas do Centro-Oeste enquanto procuram alimento na floresta, longe do perigo dos homens. Proteger Rag, de 11 anos, é a principal preocupação do seu pai, que lhe ensina também ética e história, memória e moralidade, e lhe vai lembrando o quanto a sua mãe a amava. É então que um encontro inesperado vem perturbar este equilíbrio, ameaçando o refúgio que pai e filha criaram num mundo perigoso.

Midway
Título original: Midway
De: Roland Emmerich
Com: Woody Harrelson, Mandy Moore, Patrick Wilson
Género: Ação
Classificação: M12
Outros dados: 137 minutos
Recriação dos dias da famosa batalha de Midway, um confronto entre a Frota Norte-Americana e a Marinha Imperial Japonesa que mudou o rumo dos acontecimentos no teatro de guerra do Pacifico durante a Segunda Guerra Mundial. O filme baseia-se em eventos verídicos e heróis verdadeiros, narrando a história da audácia e da coragem, de ambos os lados, naquela que foi a mais longa batalha marítima da Segunda Grande Guerra.

Quem Brinca com o Fogo…
Título original: Playing with Fire
De: Andy Fickman
Com: John Cena, Keegan-Michael Key, John Leguizamo
Género: Comédia
Classificação: N/A
Outros dados: 96 minutos
Quando o superintendente Jake Carson (John Cena) e a sua equipa de elite de bombeiros-paraquedistas (Keegan-Michael Key, John Leguizamo e Tyler Mane) resgatam três irmãos (Brianna Hildebrand, Christian Convery e Finley Rose Slater) a caminho de um violento incêndio florestal, rapidamente percebem que por muito treino que tivessem feito, nada os poderia preparar para o trabalho mais desafiador de todos os tempos – babysitters. Incapazes de localizar os pais das crianças, os bombeiros têm as suas vidas, empregos e quartel de cabeça para baixo. Depressa aprendem que as crianças – tal como os incêndios – são selvagens e imprevisíveis.

Technoboss
Título original: Technoboss
De: João Nicolau
Com: Miguel Lobo Antunes, Luísa Cruz, Américo Silva
Género: Drama
Classificação: Drama
Outros dados: 113 minutos
Luís Rovisco, sexagenário divorciado, espera em breve cessar as suas funções de director comercial da empresa SegurVale – Sistemas Integrados de Controlo de Circulação. Espera sentado, a maior parte das vezes ao volante e a cantar sobre o que lhe vai passando à frente. De resposta pronta e sorriso fácil, é senhor de uma bagagem que lhe permite escapar de forma sempre airosa às armadilhas que a tecnologia, os colegas e um misterioso patrão ausente parecem semear-lhe pelo caminho. Nem a morte de Napoleão (um gato), nem uma persistente dor no joelho ou um desaguisado familiar o fazem soçobrar: não há mal que uma canção não vença. Mas diante de Lucinda, a recepcionista do Hotel Almadrava, a música é outra.

Livros
A Realidade Não é o Que Parece

De Carlo Rovelli
Quais são os ingredientes elementares do mundo? O tempo e o espaço existem? E o que é exatamente a realidade? O físico teórico Carlo Rovelli tem passado a vida a explorar estas questões e, neste livro fascinante, conta como a nossa compreensão da realidade mudou ao longo dos séculos e como os físicos encaram a estrutura do universo nos dias de hoje.
Com uma prosa elegante e acessível, Rovelli conduz o leitor ao longo de uma extraordinária viagem, de Demócrito a Einstein, de Michael Faraday às ondas gravitacionais e da física clássica ao seu próprio trabalho em gravidade quântica.
Em A Realidade Não é o Que Parece, percebemos de que forma a ideia de realidade evoluiu ao longo do tempo, mas este notável livro convida-nos também a imaginarmos um mundo maravilhoso, no qual o espaço se fragmenta em minúsculos grãos, o tempo desaparece nas menores escalas e os buracos negros esperam para explodir – um vasto universo ainda em grande parte por descobrir. A obra fundamental de Rovelli sobre tempo, espaço e matéria. Em tempos de grande sofisticação tecnológica, este livro dá a conhecer os preceitos e os comportamentos corretos em ocasiões e contextos aos quais a etiqueta clássica não sabia dar resposta. Dos princípios gerais da etiqueta moderna, passando pelos eventos, pelo emprego, pelo estar à mesa, por receções em casa ou por viagens para outros países, este livro é o melhor aliado de quem pretende apresentar sempre a melhor versão de si mesmo.

O Corpo: Um Guia para Ocupantes
De Bill Bryson
A vida toda habitamos um único corpo, mas quantos de nós entendemos o que se passa cá dentro? No bestseller premiado Breve História de Quase Tudo, Bill Bryson fez o quase-impossível: tornou a ciência simultaneamente compreensível e divertida para milhões de pessoas em todo o mundo. Agora, volta a sua atenção para o corpo humano, como funciona e como consegue a extraordinária proeza de crescer, reproduzir-se e curar-se a si próprio.
O Corpo: Um Guia para Ocupantes está cheio de histórias verídicas e factos incríveis, servidos numa linguagem acessível, por um autor que faz toda a pesquisa – para que nós não tenhamos de o fazer. Um mergulho profundo e muito bem-humorado na Biologia e na história da investigação sobre o corpo humano, para ficar a saber tudo o que precisa de saber sobre este invólucro mortal que ocupamos.

As Irmãs Soong
De Jung Chang
O regresso da autora de Cisnes Selvagens e da biografia da Imperatriz Viúva Cixi, com uma nova e arrebatadora narrativa sobre três mulheres no coração da China do século xx. Uma grande história de poder, amor, conquista e traição.
Um dos maiores contos de fadas modernos chineses é o das três irmãs de Xangai que, durante quase todo o século xx, estiveram no centro do poder na China. Dizia-se que uma «adorava o dinheiro», outra «adorava o poder» e a terceira «adorava o seu país», mas há muito mais para além destas caricaturas. Enquanto a China passava por um século de guerras, revoluções e transformações sísmicas, cada uma delas desempenhou um papel importante ou mesmo crítico, deixando uma marca indelével na História.
A Irmã Vermelha, Ching-ling, casou-se com Sun Yat-sen, pai fundador da República Chinesa. A Irmã Mais Nova, May-ling, era a senhora Chiang Kai-shek, primeira-dama da China nacionalista pré-comunista e uma figura política por direito próprio. A Irmã Mais Velha, Ei-ling, era a conselheira principal não oficial de Chiang; tornou–se uma das mulheres mais ricas da China e fez do seu marido primeiro-ministro de Chiang. As três irmãs gozaram de enorme privilégio e glória, mas também sofreram constantes ataques e perigos mortais. Mostraram grande coragem, viveram o amor apaixonado, mas também o desespero e a perda. A relação entre elas tinha uma carga emocional fortíssima.

Caldos, Preparados e Canjas
De Louise L. Hay
O valor nutricional e regenerador dos caldos – sejam de carne ou de legumes – tem sido amplamente reabilitado nos últimos tempos. Há muito que é sabido que os caldos, preparados, canjas e elixires concentrados, sejam de origem animal ou vegetal, são muito ricos em propriedades curativas: ajudam a purificar o organismo, são agentes de detox intestinal, aumentam os níveis de energia e ajudam a curar problemas de sono e digestão. Este livro é uma verdadeira aventura culinária que ensina a tirar partido deste superalimento tradicional, recuperado para o séc. XXI. Com dicas, receitas, instruções simples de seguir e muita informação sobre os benefícios de saúde, “Caldos, Preparados e Canjas” é a sua chave para uma alimentação completa, saudável e saborosa. Afinal, as nossas avós tinham razão… um caldinho ajuda mesmo a curar tudo!

PUB
lerlevanosmaislonge.pingodoce.pt/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240919-maislonge5&utm_campaign=lermaislonge

Viva! no Instagram. Siga-nos.