BPI

Pedro Abrunhosa & Comité Caviar | Madagáscar, Coliseu do Porto

Pedro Abrunhosa & Comité Caviar | Madagáscar, Coliseu do Porto

Pedro Abrunhosa & Comité Caviar
15 e 16 novembro, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Pedro Abrunhosa entrou em 2019 com um concerto histórico na Avenida dos Aliados para mais de 200.000 pessoas. A digressão de apresentação de “Espiritual”, o mais recente disco do artista, que atingiu o Galardão de Ouro e entrou diretamente para o nº. 1 do Top Nacional de Vendas, já está a percorrer o país com vários concertos esgotados. Dias 15 e 16 de novembro, Pedro Abrunhosa apresenta o seu 8º longa-duração com os Comité Caviar, no Coliseu Porto Ageas.

Madagáscar
17 novembro, 16h30, Coliseu Porto Ageas

Com a assinatura DreamWorks e produção Yellow Star Company, está a chegar ao Coliseu Porto Ageas a aventura musical mais louca de sempre! Os “fugitivos” e completamente “loucos” Alex, Glória, Marty, Melman e os não menos “loucos” e também “fugitivos” pinguins Capitão, Kowaslki, Soldado e Rico, vão-se encontrar, em Madagáscar, com os nativos e também muito “loucos” Maurício e… o “louco-Mor” Rei Juliano!

Katia Guerreiro – Sempre
21 novembro, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Sempre, e para sempre, fadista! O mais recente álbum de Katia Guerreiro chama-se, inevitavelmente, “Sempre”. E surpreende com um trunfo inesperado: a produção sábia, cirúrgica e imaculada de José Mário Branco.
Unanimemente reconhecida como uma das mais importantes fadistas do novo milénio, é, acima de tudo, uma embaixadora do fado e de Portugal nos mais variados círculos culturais internacionais: em prestigiadas salas de todos os continentes e nos mais importantes festivais de músicas do mundo. Recebeu, em Portugal, a Ordem do Infante D. Henrique e, em França, o Grau Chevalier da Ordem das Artes e Letras.
Esta apresentação do seu mais recente álbum no Coliseu Porto Ageas será, certamente, inesquecível.
Músicos:
Pedro de Castro e Luis Guerreiro – Guitarra portuguesa
João Veiga e André Ramos – Viola de fado
Francisco Gaspar – Baixo acústico

A Bela Adormecida – Russian Classical Ballet
22 novembro, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Bailado em um prólogo e dois atos
A Russian Classical Ballet, a prestigiada companhia de Moscovo, dirigida pela famosa bailarina Evgeniya Bespalova, regressa a Portugal para apresentar uma das obras-primas do bailado clássico, “A Bela Adormecida”, uma narrativa que desperta a magia dos contos de fadas.
Um mundo encantado de castelos e florestas, maldições e fadas; somente o beijo de um amor verdadeiro conseguirá desfazer o feitiço – a sagração do Romantismo.
Repleta de romantismo e marcada pelo lirismo, “A Bela Adormecida” representa um grande desafio para os bailarinos, sobretudo na interpretação da personagem principal Princesa Aurora, exigindo um estilo académico cristalino – elegante e frágil.
“A Bela Adormecida” é uma das mais belas páginas do ilustre compositor russo Pyotr Tchaikovsky. Melodias imperecíveis como “Rosa Adágio” e “Grande Valse Villageoise” revelam o lirismo do autor. A relação da música de Tchaikovsky com a coreografia de Marius Petipa é de tal forma perfeita que seria difícil imaginar outra leitura da partitura. Por isso, música e coreografia numa simbiose genial fizeram com que esta peça fosse considerada a obra emblemática da dança clássica.
A Russian Classical Ballet apresenta uma produção clássica, com cenografia realista de uma beleza incrível, figurinos manufacturados com detalhes sumptuosos, e um elenco de solistas e corpo de baile irrepreensíveis, liderados por duas estrelas da dança internacional.
Música Pyotr Tchaikovsky | Libreto Ivan Vsevolojsky e Marius Petipa | Coreografia Marius Petipa | Cenografia Russian Classical Ballet | Figurinos Evgeniya Bespalova | Direção Evgeniya Bespalova | Première 15 Janeiro de 1890, no Teatro Mariinsky, em São Petersburgo, Rússia

O Lago dos Cisnes – Russian Classical Ballet
23 novembro, 17h00 + 21h30, Coliseu Porto Ageas

Bailado em um dois atos e quatro cenas
A Russian Classical Ballet, a prestigiada companhia de Moscovo, dirigida pela famosa bailarina Evgeniya Bespalova, regressa a Portugal para apresentar uma nova produção da obra-prima do bailado clássico, “O Lago dos Cisnes”, uma narrativa de amor, traição e triunfo do bem sobre o mal.
Repleto de romantismo e beleza, o bailado “O Lago dos Cisnes” é considerado o mais espetacular do repertório da dança clássica. A coreografia do bailado “O Lago dos Cisnes” requer grande destreza e elevada competência técnica na interpretação das personagens por parte dos bailarinos.
A duplicidade de carácter presente na pureza da figura do Cisne Branco e pela intriga do Cisne Negro, requerem um elevado grau de dramatismo e virtuosismo na interpretação da bailarina principal, especialmente nos dois “Grand Pas de Deux”, interpretados no II e III atos desta obra. Outro momento de clímax é a deslumbrante “Dança dos Pequenos Cisnes”.
O prestigio e a notoriedade intemporal alcançados pela obra são motivados pela música inspirada de Pyotr Tchaikovsky, mas também pela coreografia inventiva e expressiva de Marius Petipa que, relacionando o corpo humano com os movimentos de um cisne, revela a sua genialidade, o seu potencial coreográfico e criatividade artística. Um tema de verdadeira poética romântica, onde o bem triunfa sobre o mal.
Pyotr Tchaikovsky compôs esta obra-prima de forma transcendente; a Suite Op.20 perpetuou a obra do compositor russo. O êxito das composições de Tchaikovsky resulta da sua capacidade de conseguir expressar sentimentos através da linguagem musical, criando melodias intensas e emotivas.
Música Pyotr Tchaikovsky | Libreto Vladimir Negichev e Vasily Geltzer | Coreografia Marius Petipa e Lev Ivanov | Cenografia Russian Classical Ballet | Figurinos Evgeniya Bespalova | Direção Evgeniya Bespalova | Première 20 de Fevereiro de 1877, no Teatro Bolshoi, em Moscovo, Rússia

Primeira 12ª Gala de Improvisação
26 e 27 novembro, 21h30, Coliseu Porto Ageas

Estreia absoluta em Portugal, Commedia a La Carte e os Barbixas (São Paulo – Brasil) juntos em palco.
Farão a Primeira 12ª Gala de Improvisação. Uma grande gala com os melhores e piores momentos de sempre das improvisações luso-brasileiras.
6 improvisadores, 4 músicos, num espetáculo a estrear. É tão arriscado que é irrepetível.

Coliseu Porto Ageas
Rua Passos Manuel, 137 – Porto
Tel. 223 394 940 | Fax 223 394 949 | Info/Reservas 707 234 234 | www.coliseudoporto.pt

PUB
lerlevanosmaislonge.pingodoce.pt/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=240919-maislonge5&utm_campaign=lermaislonge

Viva! no Instagram. Siga-nos.